sábado, 13 de outubro de 2012

Importancia da realização da palpação avaliativa


A massagem tem uma história intrínseca com a das civilizações humanas. Todas as culturas apresentam uma determinada massagem. Com o desenvolvimento da civilização, profissões da área da saúde começaram a se interessar pela massoterapia, fazendo com que novos estudos de anatomia e fisiologia viessem à tona, para melhor compreender os efeitos dela, chegando a uma perfeição da técnica.

Alguns leigos dizem que a massagem tem que doer ou deixar hematomas para provocar algum efeito, o que é uma inverdade.

Para se realizar a massagem, o profissional deve apresentar um conhecimento anatômico e fisiológico.

O ato de realizar uma massagem permite um relacionamento entre nossas mãos e nosso cérebro (FACCHINI, 2007), já que ela permite que possamos atingir o interior do corpo de uma pessoa.

Nossas mãos descobrirão alterações em todas as camadas do corpo a paciente. Portanto, devemos ter em mente que é importante a realização da palpação avaliativa.

Para Beard (1952) a massagem e um termo que designa certas manipulações dos tecidos moles do corpo. Essas manipulações têm eficácia se aplicadas com as mãos e administradas de propósito para produzir efeitos nos sistemas do organismo.

“Massagem é todo e qualquer movimento feito com as mãos, mas nem sempre (podem ser usados os pés, cotovelos, etc.), que visa a manipulação de determinados tecidos corporais (fáscia, camada adiposa, etc.) com fins estéticos e terapêuticos, promovendo um aumento da circulação de retorno sanguíneo ou linfático, alívio e bem estar geral.” FACCHINI (2007)


Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails