sábado, 31 de outubro de 2015

COMO A MASSAGEM É IMPORTANTE PARA NOSSA QUALIDADE DE VIDA.



DE FORMA ESPECÍFICA A MASSAGEM:
1) melhora da imunidade: a estimulação da pele produz ativação dos linfócitos T no organismo segundo MONTAGU (1998, p.195) 
2) tem efeito calmante: de acordo com o mesmo autor, MONTAGU (1998, p.382) o toque terapêutico diminui a ansiedade aguda em pacientes hospitalizados em procedimentos pós-cirúrgicos; e PISANI (1985 p.110) faz referência de que quando se atua sobre o sistema nervoso autônomo, acalmam-se as emoções. 
3) reabsorve edemas: segundo LEDUC (2000, p.2) facilita a circulação de retorno onde esta se encontrar lenta ou estagnada e ainda segundo JACQUEMAY (2000, p.21) reabsorve diversas toxinas e reativa a circulação de proteínas do meio intersticial. 
4) reduz a estafa: de acordo com DOUGANS (2001, p. 41) ajuda a aliviar os efeitos do estresse como a hipertensão, úlceras, indigestão, doenças infecciosas, distúrbios gastrointestinais, insônia, dores de cabeça, ansiedade e depressão. 
5) libera endorfinas (proteínas com propriedade analgésica): ainda conforme o mesmo autor, DOUGANS (2001 p. 44), o toque estimula o cérebro a produção de endorfinas pela glândula pituitária.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

7 vantagens do toque terapêutico



O toque de um terapeuta não é só um toque. Ele reverbera na pele, nos vasos, nos nervos, nos músculos, no cérebro... Por causa desse efeito, digamos sistêmico, seu potencial não tem escapado ao crivo de estudiosos. Confira algumas situações em que a massagem têm aval da ciência:

  1. Adeus estresse
A massagem é uma das melhores invenções da humanidade para apaziguar a tensão. "As sessões tendem a diminuir a frequência cardíaca e respiratória e baixar a concentração de hormônios como cortisol e adrenalina", explica Juliana Gama, terapeuta do Olimpia Spa, Day Spa & Wellness, na capital paulista. Em um estudo clássico realizado nos Estados Unidos dentro de uma empresa com 50 funcionários, os pesquisadores aplicaram massagens de 15 minutos duas vezes por semana em parte dos empregados. O restante recorria a técnicas mais simples de relaxamento. Ao final, confirmou-se que os massageados estavam mais dispostos e com um menor nível de hormônios de estresse.
  1. Segura a pressão
É de supor que, por frearem o nervosismo, técnicas de massagem tenham um retorno positivo sobre a pressão arterial. Mas a ciência não vive de suposições. Por isso, uma equipe da Universidade Médica de Taipei, em Taiwan, conduziu uma revisão de estudos que avaliaram o impacto do método em pessoas hipertensas ou pré-hipertensas. A conclusão é positiva. Há uma queda moderada na pressão sistólica (a primeira do valor medido) e uma redução na diastólica (o segundo valor). "No entanto, os próprios autores reconhecem que são efeitos discretos e não dá pra cravar que o benefício é fruto da massagem em si. Ela seria mais uma ferramenta para promover bem-estar, junto a outros hábitos", analisa o cardiologista Miguel Moretti, do Hospital e Maternidade São Luiz, São Paulo.
  1. As defesas agradecem
Um experimento do Centro Médico Centro Médico Cedars-Sinai, nos Estados, comprovou que o toque terapêutico é realmente capaz de interferir no sistema imune. Na pesquisa, 29 dos 53 voluntários foram submetidos a uma sessão de massagem de 45 minutos. Depois desse período, os investigadores colheram amostras de sangue e saliva. Ao comparar com os dados da turma que não foi massageada, viu-se um aumento no número de células de defesa, bem como no de ocitocina, conhecido como hormônio do amor. "É por essas razões que a massagem melhora o sistema imunológico", afirma o fisioterapeuta Esperidião Aquim, do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba. Na prática, essa melhora se traduz em um menor risco de pegar gripes, resfriados e outras infecções.
  1. Silêncio para a dor
Há bons motivos para entender por que sessões de massagem costumam das uma trégua a incômodos frequentes na coluna. Elas induzem a liberação dos nossos analgésicos naturais e auxiliam a remover resíduos como o ácido lático, facilitando a movimentação dos músculos. Uma revisão do Instituto Cochrane atesta que, em geral, o método é efetivo contra dores crônicas na lombar, especialmente se combinado a exercícios e educação postural. O ortopedista André Luís Lafratta, membro da Sociedade Brasileira de Coluna, lembra que, antes de apelar ao toque terapêutico, é necessário descobrir a origem da dor. "A massagem ajuda bastante quando o desconforto é muscular e está associado a tensão ou problemas posturais, uma vez que elimina contraturas", exemplifica. "Por outro lado, é indicada a casos de hérnia de disco", complementa. Portanto, vale a pena uma consulta antes de procurar o massagista.
  1. Uma mão pra animar
Pesquisas com mães adolescentes grávidas, idosos e pessoas que sofreram um trauma sugerem que o toque terapêutico tem efeito antidepressivo. Em avaliações feitas com base em testes laboratoriais, já se descobriu que o método chega a elevar a liberação de serotonina, um mensageiro químico cerebral associado à sensação de bem-estar - alguns medicamentos contra a depressão visam justamente aumentar a oferta desse neurotransmissor. "Os ajustes nos níveis dessas e de outras substâncias no cérebro são essenciais para o controle de diversas doenças psiquiátricas, como a própria depressão transtornos de ansiedade e dependência química", justifica a psiquiatra Renata Bataglin, do Hospital e Maternidade São Luiz.
  1. Aliado no câncer
Embora exista certa polêmica sobre o uso de massagem durante o tratamento da doença, alguns centros respeitados já a incluem no seu arsenal de medidas complementares. É o caso do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. O biólogo Fábio Romano, um dos coordenadores do programa de toque terapêutico, explica que o método é adaptado a esses pacientes. "Usamos toques leves para proporcionar estímulos que gerem conforto e relaxamento", explica. "Já observamos melhoras também em relação a náuseas, fadiga e perda de apetite". É evidente que a massagem só entra em cena com liberação do oncologista. E técnicas como a drenagem linfática merecem mais cautela, sendo desaconselhada em alguns quadros.
  1. Até para criança
Os baixinhos também podem tirar proveito de massagens específicas. A mais recomendada é a shantala, técnica de origem indiana que pode ser feita a partir do primeiro mês de vida, desde que o bebê não apresente restrições médicas. "A prática ameniza a cólica, regula o intestino e ainda ajuda a melhorar o sono", enumera a psicóloga Gabriella Demarque, profissional do curso de shantala do Hospital e Maternidade São Luiz. O bacana é que as mães podem aprender os movimentos para fazer em seus filhos, o que alimenta o vículo entre eles. A técnica também presta serviço a crianças mais velhas. "Nesse caso, orientamos no local em que elas mais gostam", diz Gabriella.

Escrito por 

Editado por

Atualizado em 14/09/2015

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Por que o toque humano é importante para nosso bem estar?


Massagens podem providenciar os benefícios do toque humano.
O contato humano proporciona inúmeros benefícios para crianças e adultos. Além de controlar níveis de estresse e melhorar a saúde das pessoas, o toque humano pode formar importantes laços sociais entre indivíduos. Você pode experimentar esses benefícios através de sessões de massagens terapêuticas comuns. Se você não pode pagar ou não quer uma massagem profissional, você pode trocar massagens informais com um amigo ou um parceiro.
Benefícios físicos
De acordo com especialistas, uma terapia de toque regular, como a massagem, possui um grande número de benefícios à saúde. Massagens regulares ajudam a melhorar a circulação do sangue e o fluxo de água, reduzir a pressão sanguínea, impulsionar a imunidade e melhorar a saúde e a flexibilidade dos músculos. Essas terapias também contribuem para um menor nível de estresse.
Benefícios mentais
Especialistas apontam que terapias de massagem e toque têm um importante papel na redução da ansiedade. As massagens também podem melhorar padrões de sono e concentração e aumentar o nível geral de relaxamento. Um estudo feito por pesquisadores da Brigham Young University, nos EUA, descobriu que a massagem melhora os níveis de ocitocina, um hormônio que aumenta os níveis de tranquilidade.
Toque e crianças
Os benefícios positivos proporcionados pelo contato humano são evidentes desde o nascimento. Alguns hospitais usam a terapia de toque em UTIs infantis. As técnicas de movimentos e toques sutis que eles usam nas crianças ajudam a reduzir o estresse e asseguram que os bebês tenham um sono longo e profundo.
Toque e laços sociais
Um estudo publicado pela British Academy Centenary Research Council, do Reino Unido, descobriu que o contato humano, assim como o aliciamento em primatas, tem um papel importante ao estabelecer conexões sociais. Essas conexões sociais podem levar a um maior desempenho reprodutivo, o que ajuda na sobrevivência da espécie. O estudo aponta a liberação de endorfina durante essas sessões de toque e afirma que isso é um fator chave na formação desses laços sociais.
O que você pode fazer
Se você não pode pagar por sessões de massagens de um terapeuta profissional, considere fazer sessões de massagem regulares com um amigo ou parceiro. Esse contato pode ser feito sobre a roupa e vocês podem se revezar em sessões de trinta minutos. Peça a seu amigo ou parceiro que massageie seu pescoço, costas, couro cabeludo e outras áreas sensíveis e faça o mesmo a ele. Essa é uma ótima maneira de desfrutar dos benefícios do toque humano.


Fonte: James Mulcahy

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Massagem terapêutica


O ocidente também aceita o poder da massagem, tanto que é um dos recursos utilizados por fisioterapeutas para curar e reabilitar vítimas de traumas físicos (como estiramentos musculares), para controlar a dor, melhorar a circulação sanguínea e aumentar a flexibilidade das articulações. 

A explicação para os benefícios do vaivém das mãos, nesse caso, remete a reações fisiológicas já comprovadas. O toque dos dedos e das mãos na pele estimulam o fluxo do sangue (permitindo mais oxigênio para os tecidos e células) e a circulação linfática (responsável pela liberação de toxinas pelo organismo). Além disso, milhões de receptores nervosos sob a pele enviam sinais para o cérebro que, por sua vez, responde com a liberação de substâncias que dão a sensação de bem-estar e aliviam as dores — como as endorfinas, verdadeiros analgésicos naturais. Por isso, ela funciona quando há dores por estresse.

Como é feita 
“Se é um problema de tensão muscular, trabalha-se a área dolorida até dissolver os nódulos resultantes de contraturas. As áreas-alvo mais afetadas pelo estresse crônico são os ombros e as costas (na parte cervical, próxima ao pescoço, e na lombar, na região final da coluna)”, explica a fisioterapeuta Marina Luiza Spinelli, do Ambulatório de Fisioterapia do HC. Também conhecida como massagem terapêutica, ela usa a aplicação de força ou vibração, de forma profunda, sobre tecidos macios do corpo (músculos, tendões, ligamentos e articulações). A massoterapia é feita com o auxílio de cremes ou óleos específicos.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Benefícios da Massagem Anti-Stress



Como o nome diz, a técnica de massagem que eu utilizo tem como finalidade diminuir os níveis de stress e as tensões musculares através do toque estruturado, provocando uma cadeia de reações relaxantes como a estimulação de vasodilatadores, alongamento da musculatura, diminuição das frequências cardíaca e respiratória, atuação sobre o sistema linfático, responsável pela remoção de produtos catabólicos e pela resposta imunológica. 
No âmbito psicológico, influencia na redução da concentração de catecolaminas relacionadas ao estresse e ansiedade, além de elevar os neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem estar. 
A massagem é eficaz no relaxamento mental pela diminuição do estado elétrico das ondas cerebrais, com apenas uma sessão semanal ocorre um aumento da atividade das ondas delta, associadas ao sono profundo e uma diminuição nas ondas beta, associadas ao estado de alerta e extremo estresse. É aconselhável procurar um profissional que entenda sobre o sistema neuroanatômico e fisiológico (feixes nervosos, sistema linfático e realinhamento postural), assim como sobre as contra-indicações e recomendações necessária para que os procedimentos e resultados sejam alcançados com sucesso.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Os Benefícios da Massagem Terapêutica



Os Benefícios da Massagem Terapêutica podem ser a nível dos músculos, dos ossos, do sistema nervoso, da pele, do sistema circulatório e linfático, entre outros.
Nas zonas musculares a massagem vai promover um relaxamento, e ajudar á obtenção de uma maior resistência e a elasticidade da fibra muscular.
Nos ossos a massagem assume um efeito benéfico na consolidação de fraturas, evitando calosidades anômalas. 
Ao nível da pele a massagem vai dar uma maior flexibilidade e aumentar assim a circulação sanguínea e linfática.
Por sua vez a massagem ao nível do sistema nervoso irá provocar descontração proporcionando uma sensação calmante e de relaxamento promovendo uma automática sensação de bem estar reduzindo na maior parte dos casos a ansiedade e o stress provocados pelo dia-a-dia.

domingo, 25 de outubro de 2015

Estresse



Quando ouvimos falar de estresse, logo imaginamos algo negativo. Todavia, este é um fenômeno fundamental em nossa vida. Afinal, é a partir dele que o organismo prepara-se para enfrentar os desafios cotidianos, sejam eles bons ou ruins.

Ao nos sentirmos estressados há um aumento da quantidade de energia consumida pelo organismo e uma série de reações químicas que nos preparam para o enfrentamento de uma situação desafiadora. Quando concretizado esta situação, nosso organismo se restabelece.

Inicialmente a pessoa em estresse vivencia uma sensação agradável de energia. Isto porque a produção e a ação da adrenalina proporcionam a pessoa maior atenção, motivação e força diante do desafio . Entretanto, quando não há espaço para a pessoa relaxar, descansar, o organismo pode chegar à exaustão e é neste momento que o estresse passa a ser maléfico.

Com a intenção de combater o estresse em seu nível maléfico, alguns hábitos podem auxiliar. A atividade física é uma delas. Manter uma rotina de 2 a 3 vezes na semana é aconselhável. Relaxar é outro hábito importante.massagem relaxante,reflexologia…Isto pode ocorrer com técnicas de relaxamento e de meditação. Mas assistir a um filme divertido, caminhar e ouvir uma música boa também vale muito à pena. Dormir às 8 horas diárias é fundamental, assim como não abrir mão dos finais de semana para descansar e descontrair.
    
Em alguns casos a massaterapia pode ser essencial. Pessoas podem ser mais sensíveis as reações do estresse. Crenças inadequadas, distorções da avaliação do meio, expectativas exageradas, competitividade, agressividade e intolerância, autocobrança, dificuldade de expressar as emoções, pressa, perfeccionismo, tendência a ansiedade e depressão entre outros, tornam a pessoa mais desadaptada ao enfrentamento do evento estressor. então cuide-se.

sábado, 24 de outubro de 2015

Massagem Bioenergética x Estresse: Interação corpo, mente e energia



O estresse se manifesta de várias formas, ocorrendo em diferentes graus, desde uma explosão repentina, até a internação hospitalar. Somos todos vulneráveis em maior ou menor escala, incluindo as crianças que, atualmente, ficam estressadas pela imposição de atividades excessivas em sua rotina diária.

O que se perde quando vivemos continuamente com este companheiro indesejável e que nem ao menos foi convidado a fazer parte de nossas vidas? Perde-se qualidade de vida, saúde e bem-estar. Perde-se a satisfação de apreender que a unidade corpo, mente e vontade é real e presente no dia a dia.

A massagem bioenergética tem como princípio a integração total do indivíduo. Objetiva desfazer as couraças, as tensões, liberando a musculatura e trabalhando a respiração, fundamentais para o exercício cotidiano do viver.

A história da Terapia Bioenergética, que estuda e trabalha com a energia da vida, começou com um aluno de Sigmund Freud, Wilheim Reich, entre 1940/1950. Partindo dos ensinamentos de seu mestre psicanalista, criou um método de observação e análise da linguagem corporal, da postura, da respiração e da coesão do individuo com seu corpo, buscando definir se a harmonia necessária para desfrutar a vida com prazer estava presente.

A partir da escola de Reich e de seus seguidores como Alexander Lowen, John Pierrakos, Eva Reich (filha), dentre outros, aperfeiçoaram-se métodos de enfoque corporal e energético, com o intuito de devolver ao ser humano a alegria de viver com sua identidade, em equilíbrio com sua casa- seu corpo.

Segundo esta linha de trabalho, quando o físico não está bem, a mente também não está. Assim, se a mente não está bem, o corpo sofre e a energia vital é bloqueada. É preciso quebrar esta dinâmica e estabelecer um processo de releitura, transformação, aceitação e vivência de uma nova ordem essencial e renovadora.

O toque terapêutico é uma das maneiras de reequilibrar o físico, o mental e influir positivamente nas emoções. Entenda-se por toque a base da massagem. As mãos são o instrumento. Mãos que veem e sentem pelo conhecimento e sensibilidade, pelo apuro sutil e profundo, pelo amparo dos músculos que solicitam cuidados, dos nós de tensão que cedem diante do trabalho minucioso, rítmico e continuo, onde as mensagens corporais são interpretadas com seriedade e profissionalismo.

Será que um corpo pleno é o meu? Ou será que me acostumei com ele?

Muitas vezes os ombros tensos e o peito encolhido, como a pedir desculpas, já fazem parte da história do seu possuidor, e este nem se dá conta de que esta postura foi adquirida por uma série de imposições e medos ao longo de sua trajetória. O corpo emite sinais, diz o que o relato verbal não diz. É fonte de informação segura para modificar seu alinhamento, suas condições.

A respiração é outro componente importante durante a prática da massagem. As manobras executadas, aliadas ao correto fluxo de oxigênio, desencadeiam reações no organismo e diminuem, por exemplo, a ansiedade.

Convivemos com a rigidez muscular e com as dores causadas por esta rigidez; com o respirar incorreto, com a verbalização sem pausa ou monossilábica, com uma nesga de prazer de viver. A meta da vida é o prazer em seu sentido mais amplo e não a dor. A dor sinaliza que algo não vai bem e precisa ser alterado.

A partir do momento em que o indivíduo sai do padrão a que se acostumou, percebendo que este influenciava sua disposição, sua energia para aplicação no seu trabalho, sua concentração e seu estado de espírito; passa a desfrutar de uma nova ordem postural, muscular, energética, emocional e adquire um novo encantamento pela vida, reconhecendo-se totalmente.

A técnica é uma viagem de autodescoberta, de modificação e de reeducação pelo qual o corpo se liberta, a mente desanuvia e as emoções se equilibram. Pode ser aplicada em qualquer época do ano, contribuindo para que haja Sol em nosso interior, alegria e ânimo.

São utilizados óleos essenciais com fins específicos, como: Lavanda, capim-limão, bergamota e camomila ou cremes com extratos vegetais e ativos apropriados. Cada caso é particular e avaliado com critério para que os resultados sejam positivos.

Benefícios da massagem bioenergética:

-Estimulo da circulação;

-Relaxamento;

-Consciência do respirar;

- Consciência corporal

-Diminuição dos sintomas de depressão e ansiedade;

-Diminuição de dores de cabeça e enxaqueca;

-Alívio de dores físicas;

-Melhora das funções intestinais em casos de prisão de ventre;

-Melhora da autoestima;

-Ativação do fluxo energético;

-Auxilio em casos de insônia.

[1]Lowen, quando trabalhava com Reich, uma vez disse ao seu mestre que tinha uma definição para a felicidade. Reich ergueu as sobrancelhas, olhou para ele zombeteiramente e perguntou qual era. Lowen respondeu: “A felicidade é a consciência do crescimento”. As sobrancelhas do mestre baixaram ao responder: “Nada mal”.

Magda Lucy R. B. Costa é jornalista, pós-graduada em Estética, esteticista e terapeuta integrativa.


[1] Trecho do livro Bioenergética - Alexander Lowen, Summus Editorial.


Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

A busca pela massagem



Muitas pessoas vão em busca de massagem por ser uma maneira de relaxar. Mas ela, além de relaxamento, serve como terapêutica, ou seja, serve para melhorar determinadas patologias, doenças, podendo citar doenças cardíacas. 

Os hindus utilizavam a massagem também como maneira de relaxamento, indução de sono e para perda de peso. Portanto, a prática da massagem relaxante vem ocorrendo nos anos antes de cristo.

Hipócrates utilizava a massagem como forma terapêutica também, e foi ele que indicou a massagem vinda em direção do coração. 

Nesta época, percebia que os movimentos de fricção eram utilizados e surtiam efeitos em relação à articulação, ou seja, eles “colocavam a articulação no lugar”. Ex.: gota e reumatismo, fluidos (líquidos) dos joelhos, que são articulações enrijecidas, ou seja, fica incapacitado de articular por causa da dor, edema (inchaço).

Eles utilizavam a massagem como fricção ou esfregamento mesmo, era como “amassar pão”. E surtia efeitos extremamente positivos.

George Taylor revelou que a massagem também era benéfica para correção de alterações na coluna.

Os gladiadores recebiam as massagens para aliviar dores e fadiga muscular, que é quando o músculo é trabalhado intensamente. Nos dias de hoje no campo de futebol podemos observar bastante esta prática, geralmente para quem se machucam, eles fazem massagem intensamente no local.

Existem alguns autores que defendem que a massagem é indicada no tratamento de feridas, pois diminuem dor e edema, melhora a circulação e como a circulação se encarrega de nutrir os tecidos com oxigênio, hormônios e outras substâncias que nosso organismo necessita, o tecido fica mais bem nutrido. 

Desde a pré historia, os homens utilizavam a massagem como cura. Principalmente se a mesma fosse realizada com ervas, pois as ervas trazem efeitos terapêuticos positivos, se friccionados. 

Se essas fricções com associações com ervas, fossem realizadas por curandeiros religiosos ou médicos, o efeito seria maior. Desde aí surge o poder mental que temos sobre a doença. 

Os curandeiros religiosos eram homens trazidos por Deus para que realizassem cura dos enfermeiros, como acreditavam.

Os indígenas curavam suas doenças com ervas, barro, rezas, massagens, e isso vêm desde a pré historia e poderemos observar que surti efeitos positivos no tratamento ou cura de doenças.

Por volta do século XVIII, a ginástica foi incorporada juntamente com a massagem na cura de algumas doenças, pelos movimentos trazidos com os músculos. 

Na circulação, essa técnica (massagem com exercícios) era benéfica, pois melhora a circulação, diminuindo o estase sanguíneo, ou seja, o sangue passa ir a todas as células e tecidos, e não fica mais parado em determina região. Isso possibilita a nutrição os tecidos, melhorando a secreção de glândulas. 

A respiração também era beneficiada pela massagem, algumas alterações do tórax eram diminuídas com a massagem, assim como exercícios para o diafragma, aumentando a inspiração e expiração. Se a respiração é melhorada, é eliminação de toxinas, algo tóxico que o organismo produz, é eliminado mais facilmente e rapidamente, portanto melhora o objetivo da respiração que nada mais é que troca gasosa e oxigenação adequada para tecidos e células. 

O sistema digestivo se beneficiava com a não só com técnica de massagem, mas também em combinação com exercícios, ele se mostra benéfico na eliminação de gases e fezes, além do mais, ele é beneficiado pela descongestão sanguínea, melhorando a periltase, ou seja, movimentos nos intestinos que auxiliam na eliminação de gases e fezes.

No parto se torna benéfico, uma vez que a massagem pode diminuir a hemorragia, corrigir posição fetal e acalmar a mãe. 

Não apenas no parto, mas também no ultimo trimestre da gestação, para correção de posição do feto na hora do parto. Esses métodos são utilizados até nos dias de hoje pelos médicos japoneses.


Recapitulando os benefícios da massagem:

- Estética;
- Sistema cardiovascular: diminuição de edema;
- Alterações na coluna;
- Alterações nas articulações;
- Proporciona relaxamento;
- Melhora o sono;
- Nutrição tecidual;
- Melhora a circulação;
- Diminui a estase sanguínea;
- Melhora a função das glândulas: secreção;
- Melhora na peristalse;
- Melhora na defecação;
- Diminui os gases intestinais, diminuindo o desconforto abdominal;
- Parto;

- Melhora na posição fetal;


Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Massoterapia para Relaxar



A massoterapia é a aplicação da massagem como método de terapia medicinal. Utiliza todo o conhecimento corporal e fisiológico para fins terapêuticos por meio da massagem.

A massagem utilizada na massoterapia para trazer benefícios à saúde pode ser realizada com as mãos, cotovelos, pés e outras partes do corpo, além de alguns instrumentos especializados para esse tipo de prática, e pode ser aplicada na musculatura, tecidos moles e articulações.

A utilização da massoterapia pode se aplicar com fins terapêuticos e medicinais quando necessário, porém, o conhecimento do corpo aplicado em suas massagens pode ser utilizado para uma sessão de relaxamento e diminuição da tensão muscular.



Procurar um profissional especializado em massoterapia é o ideal para quem necessita de massagens terapêuticas ou simplesmente para quem procura um bom relaxamento e descanso.


Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

A massagem visa o reequilíbrio do ser



A massagem esta presente na vida do ser humano desde a época das primitivas cavernas. O homem teve seu contato com esta técnica quando sofreu sua primeira trombada ou contusão, ai aliviando sua dor com a mão passando no local da dor.

Com o passar do tempo à massagem evoluiu e se tornou presente em varias cultura que se focaram em sua área muscular ou energética. As massagens são presentes em culturas como a romana, sueca, tailandesa, chinesa e indiana.

As mais antigas de todas as chinesas e indianas são focadas na energia do corpo enquanto as outras fazem o que se chama de modelo hibrido, seguindo mais de uma filosofia.

As massagens chinesa e indiana desenvolveram a massagem chinesa tuina e a massagem indiana ayurvédica ambas energéticas. E se baseiam num sistema de saúde completo que visa o reequilíbrio do ser.

A massagem chinesa tuina usa o sistema de meridianos que são linhas energéticas que percorrem o corpo humano sem ser detectável. O sistema indiano trabalha com chakras que são centro de energia que se dividem pelo corpo. Ambas são muito utilizadas pelo mundo. A massagem chinesa influenciou diretamente a massagem tailandesa, a massagem japonesa shiatsu e a auto massagem do-in. 

No Brasil em 1942 o presidente João Goulart regulamentou a profissão de massagista que por sermos desportistas o homem sempre ao lado do campo de futebol, este era o massagista da época. 


Hoje a massagem é um sistema que utiliza muitos recursos que visão combater o stress, a fadiga e principalmente as dores provocadas pelos hábitos assumidos pelos homens. Visando equilibrar as energias a massagem trabalha com os princípios do yin e yang que são os opostos que se completam. Baseados no desequilíbrio causado pelas emoções mal conduzidas, pelos ambientes hostis e pela alimentação inadequada. 


Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO 

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Coisas que um massagista sabe sobre você em apenas uma hora


Além de aliviar a tensão muscular e de ajudar a se recuperar de lesões, seu massagista descobre muito mais coisas sobre você e sobre a sua saúde em apenas uma sessão

Naquela hora que passa deitado na maca, recebendo uma massagem, o seu corpo revela muito mais do que o estresse muscular que pediu para aliviar.
O site Rodale's Organic Life falou com alguns massoterapeutas sobre o que eles conseguem perceber sobre nós e sobre a nossa saúde durante uma sessão de massagem.
1. Adora bolsas grandes. Se o seu corpo está mais tenso de um dos lados, o terapeuta  saberá que muda mais vezes de perna quando está de pé – o que acontece às mulheres que usam bolsas predominante num dos ombros.
2. Tem um trabalho ‘de secretária’. Os sinais que o revelam são o fundo das costas fraco e/ou ter um lado do quadril maior do que o outro. As pessoas que passam o dia sentados em frente ao computador também tendem a ter os glúteos e a pernas mais tensos.
3. Dorme de barriga para baixo. Esta posição gera dor extra no pescoço e os massoterapeutas conseguem sentir a tensão.
4. Dirige muito. Sentar-se ao volante provoca uma postura meio inclinada para a frente. Especialmente os ombros curvados para a frente.
5. Tem uma lesão. Se de fato tiver uma lesão, o terapeuta conseguirá sentir calor e inflamação na zona afetada. Já as lesões crônicas serão percetíveis devido à formação de músculos desidratados que fazem nós. Com lesões repetitivas fazem com que os tendões e os músculos pareçam cordas ao toque.
6. Está com prisão de ventre. O terapeuta consegue sentir que está com prisão de ventre se o seu estômago estiver firme ao toque.
7. Troca muitas mensagens. Os ‘amantes crônicos’ do telefone e das mensagens de texto vão sentir dor quando o terapeuta lhes massajar os ombros. Isto porque quando está escrevendo no telefone, está com a cabeça para a frente e para baixo, causando um desequilíbrio nos ombros.
8. Bebe pouca água. Alguns pontos na parte superior das costas seriam suaves se tivesse bebido os oito copos de água recomendados por dia.
9. Está sempre com frio. É instintivo subir os ombros até às orelhas quando se sente com frio. Se costuma ter frio vai estar com o pescoço e o topo dos ombros tensos durante quase todo o inverno.
10. É corredor. O quadril e a parte inferior das costas estarão mais tensas, e provavelmente também terá alguma tensão na planta dos pés.
11. Está com alergias. Se está com alergias ao pó ou a pelo de animais de estimação terá a pele em volta dos olhos, da testa, das bochechas e do queixo macia e inflamada. O mesmo acontece com as glândulas linfáticas do peito, pescoço e axilas.
12. Usa mochila com frequência. As alças da mochila pesada atravessam as omoplatas e os músculos na escápula tornam-se rígidos em resposta à pressão. 

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Massagem como coadjuvante no tratamento médico



Nas culturas Orientais a massagem faz parte do cotidiano e dos tratamentos médicos sendo beneficiadas pessoas de todas as idades. Na nossa cultura infelizmente, durante muito tempo a imagem foi distorcida ficando restrita aos esportes. De uns anos para cá, principalmente quando passamos a conviver com o estresse globalizado, as pessoas estão descobrindo o valor dos diversos segmentos das massagens: sueca, shiatsu, reflexologia e etc. 
 Experimentos clínicos mostram a diferença de reação à doença quando enfermos são tocados pelos profissionais de saúde. Um simples gesto de acariciar a cabeça de um enfermo já é suficiente para, pelo menos, momentaneamente a pessoa se sentir confortada.   
Entre as terapias de toque, três são as mais conhecidas: a massagem propriamente dita, o shiatsu e a reflexologia. A primeira, é a mais fácil porque parte do princípio do ato amigo de afagos que fazemos com os nossos filhos ou animais de estimação demonstrando amizade. É apenas uma evolução trabalhando-se principalmente de forma consciente os grandes grupos musculares relaxando e aliviando as dores originadas no estresse do dia ou mesmo da prática esportiva. No esporte a massagem é bem mais conhecida principalmente no futebol e usada como parte do aquecimento dos jogadores e ou depois das partidas para aliviar as tensões. Podem ser usados os métodos do alisamento ou amassamento dependendo se o objetivo for o de atingir só a circulação periférica ou camadas mais profundas da musculatura. 
O ser humano é um ser social e precisa, entre vários fatores para se relacionar, de toque. Ao tocarmos uma pessoa transferimos e recebemos nossas energias. Quando duas pessoas, de qualquer cultura, se encontram, se tocam e esse toque vai desde um aperto de mão, um abraço, beijinhos ou simples "tapinhas" nas costas. Muita gente não sabe o valor de um bom abraço. É uma necessidade dos seres vivos. Os animais também se tocam e isso faz parte do desenvolvimento motor. Observemos os filhotes, sejam de cães, gatos e etc. Eles rolam, brincam, ensaiam defesas e aguçam ins

Felizmente, outra aplicação da massagem que vem ganhando espaço é nas empresas preocupadas com a Qualidade de Vida dos empregados disponibilizando esse serviço durante o expediente a fim de aliviar o estresse.
O ponto de partida da massagem é a empatia do terapeuta. Deve antes de tudo ser uma pessoa pronta a ajudar o cliente transferindo confiança e energia positiva assim como deveria ser todo profissional de saúde. A massagem não terá nenhum valor se o terapeuta não se colocar no lugar do cliente. Como eu gostaria de estar recebendo essa massagem agora? 
A arte de curar através das mãos não é nova. No início do século V a.C. Hipócrates, considerado pai da Medicina, em suas escritas deixou claro que o médico precisa ter muitos conhecimentos, entre eles o da massagem. Hoje a Medicina moderna trabalha com especialistas em cardiologia, ortopedia e etc. Entretanto, só não dá, de sã consciência, para negar o valor da massagem como coadjuvante no tratamento médico aliviando as tensões. 
Vários povos da antiguidade, sempre de uma forma ou de outra foram adeptos à massagem especialmente os romanos. Entretanto, durante a Idade Média, depois da queda do império romano, houve uma regressão das coisas do corpo, da própria educação física em função da ascensão do cristianismo onde o culto ao corpo era um verdadeiro pecado, também chamado por alguns autores de "Idade das Trevas". 



Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO

domingo, 18 de outubro de 2015

Intensidade, ritmo, plenitude e direção do toque na massagem



A intensidade do toque refere-se a pressão que está sendo utilizada. A técnica adotada pode ter intensidade nula, como no toque terapêutico, e pode também ser muito profunda, como na liberação miofacial ou na terapia neuromuscular, que necessitam de uma pressão intensa para que seus objetivos sejam alcançados.

Em técnicas como a Drenagem Linfática Manual a pressão é muito superficial, pois o sistema alvo da DLM são os capilares linfáticos do sistema linfático, que localizam-se superficialmente, logo abaixo da pele; e os gânglios linfáticos, que também podem ser sentidos (alguns) e alcançados com um leve toque dos dedos.

Dessa forma, facilmente podemos perceber que a pressão que deve ser exercida pelo terapeuta é determinada pela técnica a ser utilizada, e a técnica é escolhida de acordo com as queixas do cliente e com o objetivo da sessão. Convém ressaltar, que na terapia neuromuscular, miofacial e em outras onde se faz necessário uma maior profundidade do toque é importante também, observar e respeitar os limites do cliente, pois cada pessoa tem uma resistência diferente, e pode-se simplesmente não desejar ou suportar uma manobra mais intensa.

Nos casos de terapias corporais mais suaves, como a DLM ou a massagem relaxante por exemplo, pode haver sonolência, ou excitação sexual. No caso de sonolência deve-se respeitar o cliente, e na hora de despertá-lo, proceder com suavidade. Nos casos de excitação sexual, deve-se agir com naturalidade. Se a excitação sexual vier acompanhada por comportamentos inadequados do cliente, explique sobre até onde vai o seu trabalho, e se mesmo assim houver reincidência, simplesmente pare o atendimento, pois em momento nenhum o terapeuta corporal, ou qualquer outro profissional, precisa se sujeitar a condutas desrespeitosas do cliente.

O ritmo também é definido pela técnica, e pelo objetivo da sessão. Uma massagem desportiva não poderá ter o mesmo ritmo da drenagem linfática, pois seu objetivo é oxigenar, aumentando o fluxo sanguíneo nos músculos que serão recrutados, e aquecer a musculatura, preparando-a para a atividade, e depois, promover o relaxamento e alongamento das fibras, e novamente oxigenar a região. No caso da drenagem, o intuito é levar a linfa de volta aos capilares linfáticos, e posteriormente aos linfonodos, que se encarregarão do restante do processo circulatório; sendo a linfa um fluído viscoso, é necessário um ritmo lento, para sua correta captação e “arrastamento”.

Para uma massagem com finalidade de relaxamento emocional, também é necessário toques com ritmos mais lentos, para que seja transmitido carinho, e o cliente seja envolvido numa aura de proteção e segurança, e possa com isso aumentar sua percepção corpórea e imprimir em sua memória tátil sensações agradáveis. Uma massagem com ritmo desacelerado, irá promover essa sensação de “desaceleração” no cliente/paciente, e com isso um relaxamento mental e emocional profundo.

A plenitude do toque, refere-se ao quanto de área corporal uma manobra vai abranger. A definição da palavra plenitude no dicionário, é a condição daquilo que está completo, inteiro, que se apresenta em sua totalidade ou integralmente. Podemos, por exemplo dividir o corpo em áreas, e trabalhar essas áreas em sua sequência, como pés, pernas, coxas, etc; ou podemos trabalhar a perna inteira de uma só vez. 

O ponto importante para essa escolha é o objetivo da massagem, pois no caso de um relaxamento emocional completo e profundo, e aumento da consciência corporal, seria mais indicado um toque pleno. A plenitude também irá qualificar positivamente o seu trabalho, e ajudá-lo a ter uma percepção mais ampla do cliente; por exemplo, se ao trabalhar os pés, você o faz com precisão, tocando-o milimetricamente, isso dará a sua massagem uma qualidade superior, e ao massagista um maior poder de análise.

A direção, assim como todas as outras variáveis, é definida também pelo objetivo da massagem, mas de uma forma geral, ela é sempre feita na direção dos linfonodos estimulados na drenagem linfática manual, mesmo que durante a massagem sejam feitas manipulações em outras direções, ao final é importante finalizar com o direcionamento indicado acima. Diz-se que a massagem deve ser feita em direção ao coração, mas isso pode ficar confuso quando estamos trabalhando os pés e pernas, por exemplo. 


Quando o cliente/paciente possuir pressão alta é interessante começar o trabalho sempre pela cabeça, tanto em decúbito frontal, como dorsal. O inverso ocorre quando o cliente/paciente possuir sua pressão baixa, começa-se sempre pelos pés, porém, como é frequente encontrar clientes que não costumam aferir a pressão, ou nos fornecem respostas incompletas ou equivocadas sobre sua condição, é indicado que se inicie a terapia pelos pés, e quando a posição for trocada, começamos a partir da cabeça.



Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO
Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails