terça-feira, 10 de abril de 2012

Curso de massoterapia incentiva mulheres a ingressar no mercado de trabalho


A massoterapia é uma área em ascensão no mercado de trabalho. Faltam profissionais e, aqueles que se qualificam e formam um nicho de clientes, passam a ter uma renda mensal considerável. Com uma visão voltada para a real demanda de mercado, a Prefeitura de Aracaju continua oferecendo o curso de massoterapia. Desta vez são 25 pessoas que estão buscando a profissionalização na unidade/escola da Fundação Municipal do Trabalho (Fundat). Desse número, são 23 mulheres, cuja maioria está acima dos 40 anos; é dona de casa e pretende desempenhar a função, promovendo uma mudança "radical" na vida.

A modernidade, o dia a dia de corre-corre está levando o ser humano a buscar algumas saídas para diminuir o stress. E, a saída tem sido o tratamento por meio de terapias holísticas e, a massoterapia não foge à regra. Pessoas que detêm um certo poder aquisitivo são clientes certos para o massoterapeuta. " A maioria dos alunos que se capacita através do curso da fundação inicia a atividade como autônomo, atendendo o cliente em sua casa, na residência do cliente, em empresas, prestando serviços a salões de beleza e estética, montando seu próprio negócio", afirma a presidente da Fundat, Telma Rios Pimentel.

O mercado de trabalho para o massoterapeuta é amplo. As possibilidades são muitas. O profissional ainda pode desenvolver a atividade em hospitais, asilos, creches e ainda, em empresas. Muitos empresários passaram a oferecer a massagem laboral para os seus funcionários por acreditarem que essa técnica relaxa os trabalhadores e, consequentemente, o resultado na produção aumenta, entrando em cena o profissional de massoterapia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails