quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Massagem em crianças com cancer



Objetivo

A massagem é uma intervenção que pode contribuir para o alívio da dor, embora as evidências empíricas sejam escassas e contraditórias. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia de um protocolo de massagem no alívio da dor na criança internada, com patologia oncológica.

Métodos
Através de um estudo randomizado e controlado com cegamento simples, foram estudadas 52 crianças, com idades compreendidas entre os 10 e os 18 anos, internadas num serviço de oncologia pediátrica. A intervenção consistiu na aplicação de um protocolo de massagem de três sessôes com duração entre 20 a 30 minutos em dias alternados durante uma semana. A eficácia do protocolo foi medida através da avaliação da dor com a aplicação do Inventário Resumido de Dor e a eficácia de cada sessão de massagem pela Escala Visual Analógica (EVA).

Resultados
o protocolo de massagem apenas se revelou eficaz na diminuição da interferência da dor no andar (p < 0,05), apesar de ter contribuído para o alívio da dor e sua interferência nas atividades da criança. Após cada sessão de massagem a intensidade da dor sentida pela criança diminuiu (p < 0,001).

Conclusôes
Apesar da reduzida dimensão da amostra, a massagem parece ser uma intervenção útil no alívio da dor da criança que sofre de patologia oncológica, embora permaneçam dúvidas quanto à eficácia deste protocolo de massagem. Todavia, os autores recomendam a sua utilização pela sua contribuição na promoção do bem-estar e qualidade de vida da criança..

Luís Manuel da Cunha Batalha and Aida A.S.C. Mota
fonte jornal de pediatria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails