domingo, 18 de novembro de 2012

Massagem Ayurvédica

 

 Massagem Ayurvédica

O Ayurveda é o sistema médico mais antigo da humanidade. Estima-se que terá tido início há mais de 7000 anos no vale do Rio Hindu. Deste sistema fazem parte a higiene pessoal, o exercício físico, a conduta ética, a alimentação, a meditação e a massagem, entre outros aspectos. Entrou em declínio a partir do século VI com as sucessivas invasões a que a Índia foi sujeita e ressurgiu a partir de 1920.

Conhecimento (veda) da Vida (ayur), ou conhecimento da vida correta, o sistema médico ayurvédico, e também a massagem, baseiam-se na prevenção da doença através da promoção da boa saúde.

Embora a Massagem Ayurvédica também ajude a resolver doenças, a sua filosofia orienta-a mais para a promoção do bem-estar. Ou seja, deve ser feita mesmo que a pessoa esteja de boa saúde. O Ayurveda recomenda mesmo a massagem diária!

Trabalha todos os sistemas do corpo: imunológico, respiratório, nervoso, endócrino, circulatório, linfático, muscular, ósseo e digestivo.

Ajuda ao relaxamento profundo, à vitalidade, bem-estar, alegria, auto-estima, concentração, eliminação de toxinas, agilidade, robustez, etc. Também ajuda a resolver distúrbios emocionais e físicos existentes.

Feita com a ajuda de óleos, é uma massagem muito agradável.

O estudante Tayrone Lobato, de 21 anos, decidiu experimentar a massagem pela primeira vez. Utilizando as mãos e os pés, o terapeuta realiza movimentos de alongamento e pressão muscular, em uma sessão com duração de uma hora . Foi uma sensação muito boa. Nunca havia experimentado algo assim. Você parece estar em outra dimensão e no final seu corpo parece renovado”, descreve Tayrone.
 
Segundo a massagista especialista há 7 anos, além dos benefícios estéticos para o corpo, a massagem ayurvédica tem grandes propriedades terapêuticas.
“São trabalhados os mesmos pontos. É uma técnica milenar usada tanto para a prevenção quanto para o tratamento do sistema linfático, respiratório, cardíaco, vascular e a musculatura”, explica a massagista.
 
Adelita Barbosa, de 37 anos, é adepta da massagem indiana há três anos e conheceu a técnica em Mato Grosso. A comerciante garante que após as sessões não precisou mais tomar medicamentos para controlar o inchaço no corpo.
 
“Antes eu sofria com regiões inchadas pelo corpo, principalmente minhas pernas, e acredito que era má circulação. Depois que conheci a ioga-massagem meu corpo passou a responder positivamente e já não tomo medicamentos”, garante Adelita. massagista explica que outro diferencial da técnica é a facilidade em realizá-la, não sendo necessário a utilização de equipamentos eletrônicos. “Na índia não se aplica nada na pele que não seja comestível. Por isso, os óleos usados na sessão são a base de coco, girassol, gergelim e oliva”, diz Soraya.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails