quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Qualificação é fundamental para o exercício das terapias naturais


Reconhecimento legal, cursos e vocação contribuem para a formação dos terapeutas.

As terapias naturais constituem técnicas que aproveitam os recursos disponíveis na natureza ou usam métodos que não prejudicam o organismo para prevenir e curar doenças e promover a saúde. Os terapeutas são os profissionais que atuam nesta área e que possuem os conhecimentos necessários para indicar alguma terapia. “Como em qualquer outra profissão, quem deseja atuar como terapeuta deve se enquadrar nas exigências legais, como obter qualificação e ser registrado nos órgãos competentes”, explica o terapeuta holístico Paulo Edson Reis Jacob Neto.

O primeiro passo é fazer cursos de terapias naturais, que abordem questões teóricas e práticas e sejam robustos o suficiente para formar um profissional ético e de qualidade. Paulo, que é presidente do Sindicato dos Terapeutas do Rio de Janeiro (Sinter-RJ), destaca que é necessário procurar uma entidade reconhecida. “O Sinter-RJ, por exemplo, é uma instituição que dá apoio aos terapeutas. Além de atuar fortemente no que diz respeito aos direitos da categoria, o sindicato oferece suporte jurídico, contábil e vários cursos de qualificação profissional”, afirma.

Os cursos oferecidos pelo Sinter-RJ são de longa duração, 18 meses, e há diferentes opções para quem possui o ensino médio completo ou o ensino superior completo. O Curso Livre em Terapias Naturais com ênfase em Psicohomeopatia e Terapia Ortomolecular é voltado para pessoas que concluíram o segundo grau e o de pós-graduação em Terapias Naturais com ênfase em Psicohomeopatia e Terapia Ortomolecular é para quem possui o diploma de ensino superior. “Desta forma é possível ingressar na área de terapias naturais de acordo com o nível de sua formação”, observa.

Para estimular os associados ao Sinter-RJ a se atualizarem o sindicato oferece bons descontos nas mensalidades. No curso livre é a mensalidade é de R$ 400,00, mas os associados pagam R$ 280,00 e a pós tem o valor de R$ 600,00 mensais para quem não faz parte do Sinter-RJ e R$ 500,00 para os associados. “A redução da mensalidade faz parte das estratégias da entidade para promover a qualificação profissional dos terapeutas e instigar a associação de quem não é credenciado no Sinter-RJ, pois os terapeutas tem que se inscrever nos órgãos de classe para atuar”, esclarece.

O reconhecimento legal é tão importante que a atuação dos terapeutas na rede pública de saúde do Rio de Janeiro só é permitida para profissionais credenciados nos órgãos de classe competentes. “A exigência fortalece a categoria e assegura a população o exercício adequado da profissão, que não corre o risco de ser atendida por pessoas sem preparo ou conhecimento suficiente para atuar com as terapias naturais. As pessoas têm o direito de escolher seu tratamento e podem optar por métodos naturais para restaurar a saúde”, evidencia.
Sindicato dos Terapeutas do Estado do Rio de Janeiro

SINTER-RJ, órgão representante dos Terapeutas Naturistas do Estado do Rio de Janeiro
Site: http://www.siterrj.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails