terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Massagem ao som de rock: o spa ficou radical



Oferta de serviços terapêuticos vai do inusitado ao bizarro em busca de clientes que procuram experiências inéditas

Adeus, flautas de Pã e didjeridus. Uma massagem que começa a ser oferecida na rede Bliss, em Nova York e em Hoboken, Nova Jersey, permite que os clientes sejam amassados enquanto ouvem Led Zeppelin, Pearl Jam e U2.

A Rhythm and Bliss integra uma nova onda de massagens especializadas que vai muito além de pedras, óleos e lama para tranquilizar o corpo e transportar a mente. O objetivo dessas massagens extremas é afetar todos os sentidos, usando música, luzes coloridas, vibrações, mesas giratórias, pedras preciosas – e até mesmo cobras vivas, em um spa em Israel. Embora répteis não sejam comuns em spas (ainda), massagistas afirmam que os serviços turbinados estão decolando, graças a uma nova geração de frequentadores de spa interessados, que estão dispostos a se aventurar mais, especialmente diante da promessa de um relaxamento mais rápido.

“Se você experimentar cromoterapia, aromaterapia, fones de ouvido ou vibrações, será transportado para um lugar diferente de onde jamais esteve”, disse Susie Ellis, presidente do SpaFinder.com, um website do setor. “Você chegará lá mais rápido, que é o que deseja.”

Em um relatório recente publicado em seu website, Ellis afirma que um número crescente de spas têm seguido os passos de lugares como o Miraval, em Tucson, no Arizona, onde o tratamento Taiz Sensorium inclui ser tocado por uma máquina que parece ter sido projetada por alienígenas para sondar o corpo humano – a propaganda do spa afirma que a sensação resultante já foi descrita como “voar como o Super-Homem para galáxias distantes”.
A nova massagem Rhythm and Bliss rejeita a ideia de que o New Age é a trilha sonora universal do relaxamento. Os clientes ouvem amostras e depois selecionam entre quatro playlists musicais (rock, clássico, world e eletrônica), colocam fones de ouvido bluetooth (que também bloqueiam os sons dos corredores), e passam a hora seguinte sendo massageados em sincronia com a música escolhida.

“Estamos realmente tentando desafiar os limites”, disse Ben Brown, um massagista que criou as playlists, além de outras mais tradicionais para os spas Bliss, espalhados por todos os Estados Unidos. A versão de rock começa com os Kinks e inclui sucessos universitários, além de novos artistas.

“As pessoas diziam: ‘Não se pode fazer massagem com rock’”, disse Brown. “Mas a verdade é que isso é bastante possível.” (E pelo preço de US$ 155, é mais barato do que muitos shows ao vivo.)

O novo Qua Baths and Spa, no Caesars Palace, em Las Vegas, oferece massagens Aura-Soma, que incluem luzes coloridas. E no Mii amo Spa, em Sedona, no Arizona, um novo tratamento chamado Kinetic Flow usa uma mesa de massagem que pode girar e balançar os clientes para fazer com que eles se sintam como se estivessem boiando na água.

A nova massagem Gemstone Vitality, no spa do Mandarin Oriental, em Boston, começa com uma consulta na qual é apresentada aos clientes uma bandeja de cerâmica contendo quatro pedras preciosas: granada, turmalina, quartzo fumê e ametista. Pede-se que os clientes segurem as pedras e escolham aquela com a qual sintam uma ligação.

“Você se sentirá atraído por uma das pedras”, disse Karen Aleksich, a gerente de tratamentos do spa e criadora dessa massagem. “É como se ela falasse com você.”

As pedras usadas na massagem foram escolhidas porque podem ser encontras na Nova Inglaterra (embora não venham necessariamente de lá), seguindo uma tendência do setor de utilizar materiais locais. O Four Seasons Resort, em Punta Mita, no México, por exemplo, oferece massagens com tequila.

Segundo Aleksich, às vezes as pedras parecem emitir calor. Ela afirma que vários de seus clientes já disseram que, apesar de acharem a princípio que escolheriam uma das pedras, depois não conseguiram segurá-la. A massagem começa depois que uma pedra é escolhida, com a adição de um óleo complementar. O massagista pode pedir que o cliente segure a pedra durante a massagem, ou a gema pode ser colocada na testa ou na lombar do cliente.

“As pedras preciosas todas têm suas próprias propriedades curativas”, disse Aleksich. A granada, por exemplo, supostamente tem a capacidade de aumentar o vigor e oferecer uma sensação de coragem, como algo saído do filme “O Mágico de Oz”. A massagem custa US$ 280 de segunda a quinta e US$ 295 de sexta a domingo. Por mais US$ 10 a US$ 20, os clientes podem levar a pedra para casa.

Aleksich acredita que uma das razões que está levando as massagens especializadas a se tornarem mais famosas é que os frequentadores de spas estão mais experientes. Técnicas que seriam consideradas puramente esquisitas há dez anos, hoje são aceitas, porque os benefícios da massagem são amplamente reconhecidos.

“Hoje as pessoas dizem, ‘Você já fez aquilo por mim, então o que mais pode fazer?’”, ela disse.

Por isso, estão surgindo excentricidades, como a WaveMotion Table do Mii amo, que levanta algumas questões importantes, como a ocorrência de náuseas. Segundo Chris Bird, gerente geral do Mii amo, nenhum cliente jamais reclamou de enjoo (embora o tratamento não seja recomendado para gestantes ou qualquer pessoa com vertigem aguda, problemas no ouvido ou que esteja fazendo tratamento de quimioterapia). Ele afirma que a sensação é de ausência de peso e de feliz entrega.

Segundo Bird, há sempre um atendente presente e os clientes ficam completamente vestidos durante a massagem, que também envolve alongamento, em um esforço para “abrir o sistema linfático”. As mentes também podem acabar mais abertas.

“Algumas pessoas entram completamente em suas próprias cabeças ao receberem uma massagem”, disse Bird, mas, nesse caso, “você não tem uma ideia preconcebida de como será o tratamento”.

E apesar de ser pouco provável que os clientes flutuem para o mundo dos sonhos durante uma massagem rock 'n' roll, Brown, da Bliss, afirma que aqueles que experimentaram ainda assim ficam relaxados depois, ou pelo menos em um clima diferente do que costumam ficar no dia a dia do trabalho.

“Você pode usar a massagem como uma preparação antes de sair para curtir a noite”, disse ele.

* Por Stephanie Rosenbloom

2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog, visito sempre que posso! Adorei esta matéria, viva a diversidade em todos os seus sentidos!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails