segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Massagem Breema


Trabalho corporal ajuda a aliviar o estresse

Aliviar a tensão, acalmar as emoções e equilibrar a energia da mente com a do corpo são as propostas do Breema, trabalho corporal desenvolvido pelo Breema Center em Oakland, na Califórnia. Com movimentos que envolvem alongamentos e posturas, a técnica ajuda a relaxar e revitalizar o organismo, além de nos fazer conhecer melhor o próprio corpo.

O objetivo da técnica é unificar a mente, o corpo e as emoções, trazendo a pessoa para o momento presente, em um estado de equilíbrio e harmonia. Breema é composto de movimentos rítmicos, alongamentos, apoios da própria musculatura (ou peso do corpo), posturas que acalmam a mente e nossas emoções.

Breema é um ensinamento baseado em nove princípios de harmonia:

Corpo Confortável: unindo corpo e mente não existe lugar para o desconforto;
Sem Extra: nada extra é necessário;
Firmeza e Gentileza: quando estamos presentes (concentrados e em silêncio) manifestamos naturalmente a firmeza e a gentileza;
Participação Total: é possível quando corpo e mente são unidos;
Suporte Mútuo: quanto mais nosso ser participa, mais nós somos capazes de dar suporte à vida;
Sem Julgamento: é a aceitação de si próprio, da maneira que somos no momento;
Momento Único / Atividade Única: cada momento é novo, fresco, totalmente vivo;
Sem Pressa / Sem Pausa: no ritmo natural da energia da vida, não existe pressa nem pausa.
Sem Força: quando deixamos de lado a separação corpo e mente, deixamos ir a força.
O princípio ‘sem extra’ de Breema significa tudo o que não necessitamos no momento, como comer alimentos em excesso. Quando a mente, o corpo e as emoções trabalham juntos e em harmonia, a sabedoria instintiva nos comunica o que necessitamos ou não a cada momento .

Sendo assim, não comemos por ansiedade ou estresse, mas somente aquilo que precisamos, ‘sem extra’, conseguindo diferenciar melhor a fome da compulsão ou da ansiedade. Além disso, Breema equilibra e melhora o funcionamento de nossos órgãos e a digestão.

Como funciona

O Breema é geralmente praticado no chão. Não exige qualquer tipo de força por parte do praticante, pois usa mecanismos naturais, ritmos e o peso relaxado do corpo, criando um equilíbrio confortável e divertido. Sem forçar o corpo, os alongamentos e movimentos de Breema liberam o estresse, a tensão e a dor.

Durante a prática, a mente fica atenta às atividades do nosso corpo e permanece conectada com a respiração. Quando a mente se mantém ocupada em registrar os movimentos do corpo, o tráfego de pensamentos vai diminuindo aos poucos, até o momento em que percebemos que há somente o silêncio, o que chamamos no Breema de o sabor de estar presente.

A princípio, o Breema pode parecer uma massagem, pois utiliza movimentos semelhantes ao shiatsu e à massagem tailandesa. Mas, quem experimenta,percebe que é uma técnica diferenciada.

Indicação

O método é indicado para quem deseja melhorar a conexão com o próprio corpo, usando os nove princípios de harmonia que podem ajudar a levar uma vida mais equilibrada e harmônica. São várias as melhorias proporcionadas pelo Breema:

Alivia dores físicas, estresse e tensões;
Equilibra nossa mente, corpo e sentimentos;
Melhora o funcionamento dos órgãos internos;
Melhora a circulação sanguínea e a digestão;
Aumenta a flexibilidade e a conexão com o corpo;
Melhora o sono;
Acalma o sistema nervoso;
Ajuda o corpo a eliminar as toxinas;
Ajuda na recuperação do corpo depois de uma lesão, trauma,cirurgia ou doença;
Traz serenidade e clareza para a mente;
Aumenta a vitalidade física e mental.
Por ser confortável, o Breema é apropriado para pessoas de todas as idades, sem contra-indicação, já que pode ser feito por grávidas, pessoas de todas as idades e condições físicas. A única exigência é o uso de roupas confortáveis, como as apropriadas para ginástica.

Toques que vão além do relaxamento e exercícios que garantem mais do que firmeza. O Breema alia um trabalho corporal a nove princípios de harmonia. Os resultados vão desde um profundo bem-estar ao equilíbrio entre mente, corpo e emoções.

A massagem ( Breema Body Work ) é o primeiro contato que o recipiente tem com o Breema. Por ela, é possível descondicionar a mente e os sentimentos para alcançar o equilíbrio. É também através do toque que se transmite para o participante os nove princípios de harmonia (leia abaixo). A massagem é feita no chão, e usa toques e alongamentos que aliviam a tensão e criam uma atmosfera de aceitação do próprio corpo e de não-julgamento, proporcionando um profundo bem-estar", explica.

Os princípios do Breema podem ser aplicados no cotidiano, pois são uma filosofia de vida e favorecem o equilíbrio. Eles estão embutidos na massagem e são transmitidos ao receptor através dela.

O Breema foi desenvolvido na Califórnia por volta da década de 80. Um dos pioneiros na prática foi o americano Jon Schreiber, que fundou o Breema Center, em Oakland. No Brasil, ainda são poucos os instrutores, mas a técnica tem se difundido por muitos estados no país.

Conheça, abaixo, os nove Princípios de Harmonia do Breema:

Corpo confortável
Quando olhamos o corpo não como algo separado mas como um aspecto de um todo unificado, não existe lugar para o desconforto.

Sem extra
Para expressar a nossa verdadeira natureza, nada extra é necessário.

Firmeza e gentileza
A firmeza real é sempre gentil. A gentileza real é sempre firme. Quando estamos presentes, naturalmente manifestamos firmeza e gentileza simultaneamente.

Participação total
A maneira mais natural de se mover e viver é com participação total. Ela é possível quando o corpo, a mente e os sentimentos estão unidos em um objetivo comum.

Suporte mútuo
Quanto mais nosso Ser participa, mais somos capazes de dar suporte à vida e reconhecer que a existência nos dá suporte. Dar e receber suporte acontecem simultaneamente.

Sem julgamento
A atmosfera de não-julgamento nos dá o gosto da aceitação de si próprio da maneira que somos no momento. Quando chegamos ao presente, estamos livres de julgamento.

Momento único/ Atividade única
Cada momento é novo, fresco, totalmente vivo. Cada momento é uma expressão da nossa verdadeira natureza, completo por si mesmo.

Sem pressa/ sem pausa
No ritmo natural da energia da vida, não existe pressa e nem pausa.

Sem forçar
Quando deixamos as suposições de separação irem, deixamos o forçar ir.

Técnica secular praticada em vilarejos afegãos, o Breema, trabalho corporal oficialmente instituído na Califórnia na década de 80 pelo imigrante Malichek Mooshan – propõe algo que parece muito simples para se alcançar a paz interior: seja você mesmo. Mas, para isso, é preciso muito trabalho a dois.

Como o maior benefício do Breema é a harmonia global, dores costumam desaparecer com o tempo, sem que este seja propriamente o objetivo e sem que as áreas doloridas sejam especialmente manipuladas.

O nome Breema é um acrônimo, que sintetiza a sua filosofia:

B – being (ser)
R – right now (agora)
E – everywhere(em qualquer lugar)
E – everytime (em qualquer momento)
M – myself (eu mesmo)
A – actually (verdadeiramente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails