domingo, 9 de janeiro de 2011

Afaste o estresse nas férias


Aproveite o tempo livre para meditar

O momento das férias é o período considerado de grande importância por psicólogos para equilibrar o estado psicológico do ser humano. É nessa fase que a sensação de paz é estabelecida, assim como há o descanso da mente e a renovação das emoções.

Independente do tempo que a pessoa irá reservar para suas férias, o importante é que aproveite cada minuto e tente se desligar dos problemas cotidianos. Tirar férias em duas etapas, janeiro e julho, por exemplo, é uma tática que dá muito certo e os resultados obtidos são visíveis. O indivíduo se desenvolve profissionalmente, o aproveitamento acadêmico aumenta e os relacionamentos familiares e do casal melhoram. Isso se deve ao fato da pessoa estar mais aliviada das constantes pressões do dia-a-dia.

Conceito de falsas férias

É importante deixar claro para aqueles que não gostam de viajar ou não possuem condições financeiras, e preferem ficar em casa descansando, não se deixem enganar por uma falsa sensação de descanso. O ser humano necessita frequentar outros ares no seu momento de descanso, sair da rotina que, muitas vezes, pesa e o desgasta.

A pessoa no período de férias deve se aproximar da família e amigos, realizar atividades que não se encaixavam nos horários de trabalho.

Vivenciar a mesma rotina não abre espaço para arejar o cérebro". A pessoa acaba vivendo uma situação de estresse diário em seu período de férias, potencializando os problemas.

O período de férias é justamente a tentativa de conseguir enxergar quais as deficiências diárias enfrentadas. Por meio dessa visão, o indivíduo consegue promover mudanças em sua vida, diminuir o estresse e mudar a sua rotina para melhor.

O que é meditação psicológica?

A meditação psicológica tem como finalidade a avaliação ou a reavaliação da vida do indivíduo e ocorre no momento das férias quando ele desfruta dos seus dias de lazer, deixando espaço para pensar. Estando afastado de suas obrigações diárias, o fluxo mental fica mais tranquilo e apto para meditar. Esse raciocínio promove a sensação de bem estar e ativa o estado psicológico, consegue identificar os problemas que o estavam afligindo e com isso consegue encontrar soluções de como superá-los.

Transtorno de estresse

O transtorno de estresse é uma das manifestações da ansiedade. Não é considerado uma patologia, mas sim um problema emocional grave. Para não tornar um problema na vida do ser humano, as férias são de suma importância. Diferentemente de outras mazelas psicológicas, o estresse afeta diretamente o comportamento mental e afetivo da pessoa, assim como também age no funcionamento dos órgãos provocando mau funcionamento ou doenças agudas graves. E em casos mais sérios, pode levar a morte.

A maneira como o indivíduo é afetado pelo estresse depende da sua condição emocional e a vulnerabilidade própria. Pessoas de qualquer faixa etária estão sujeitas as manifestações de estresse.

Identificando o estresse

O estresse é um estado de fadiga constante, podendo ser considerado estado grave ou agudo. Na situação grave, os sintomas se tornam mais freqüentes e mais duradouros, sendo quase crônicos. Já no agudo, há uma reação instantânea de estresse que o individuo emite uma resposta física e emocional desencadeada por um acontecimento ou um fato e pode desaparecer depois de alguns dias. Existe ainda o transtorno de estresse pós-traumático que gera uma situação de pânico toda vez que a pessoa relembra a situação traumatizante que o deixou em estado de alerta, provocando os sintomas graves.

- O estresse leva a pessoa a um estado de crise emocional;
- Aumenta a produção de adrenalina e cortisol que elevam a pressão, os níveis de glicose e a freqüência cardíaca, além de alterar o tônus muscular e debilitar o sistema imune;
- Diminuiu o rendimento profissional;
- Gera distúrbio do sono como a insônia e terror noturno;
- Dificulta a concentração e memória;
- Gera cansaço em geral;
- Causa disfunções sexuais;
- Afeta o aparelho respiratório, o digestivo e o circulatório;
- Gera doenças auto-imunes como o vitiligo e a psoríase e do sistema nervoso como a púrpura e o lupus.

Como melhorar o estresse

O primeiro passo é identificar o estresse e procurar ajuda psicológica para poder e querer solucioná-lo.

- Exercícios físicos melhoram a circulação e a pressão arterial, pois aliviam as famosas tensões provocadas pelo estresse;
- A alimentação saudável é importante para o controle da glicose e do colesterol.
- Não fazer uso de álcool, que aumenta a pressão e os níveis de glicose e triglicérides, e de cigarro, que causa uma falsa sensação de tranqüilidade e de ansiedade entre um cigarro e outro;
- Ter bons relacionamentos;
- Sempre que possível reservar momento para o próprio lazer;
- Realizar a meditação psicológica. Aprenda a utilizar o conhecimento adquirido na meditação psicológica para chegar à solução dos problemas;
- Diminuir ou extinguir nas férias o uso de celulares, pagers e e-mails, que atrapalham o descanso e a meditação psicológica.

Fonte:minha vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails