domingo, 16 de janeiro de 2011

Luz durante o sono induz à depressão e faz engordar


Luz durante o sono induz à depressão

Dormir com a luz acesa interfere com os níveis de melatonina no organismo, propiciando estados depressivos. A melatonina, segregada pelo cérebro, tem a função de regular os ciclos de sono, e a sua produção é influenciada pela presença de luz. Ao que parece, mesmo uma luz de baixa intensidade tem efeitos.

Uma equipe de neurocientistas da Ohio State University, EUA, estudou os efeitos da luz artificial durante o sono, em hamsters, e concluiu que passadas oito semanas a dormir com luz ténue, há modificações no cérebro, mais concretamente no hipocampo - as mesmas que ocorrem em estados depressivos e depressão. Os hamsters que dormiram com uma luz de presença durante a noite apresentavam também mais sintomas de depressão e menos interesse e prazer nas atividades habituais do que aqueles que haviam dormido na escuridão.

A melatonina, cujos níveis se alteraram nestes hamsters, começa a ser libertada no organismo quando a luz baixa e ajuda-nos a adormecer. Ajuda a regular os ritmos biológicos e controla a produção de outros hormonios, interferindo no metabolismo.

Os resultados são significativos, porque apesar de a experiência só ter envolvido hamsters, os efeitos da luz e da escuridão são similares em todos os mamíferos e não variam em função do tamanho. Assim, apesar de serem precisos mais estudos, é muito provável que o organismo humano reaja da mesma forma à presença de luz durante o sono.

A luz afeta imensos processos no organismo e é um poderoso estimulante para o cérebro. Mas a exposição exessiva - que começou a acontecer com a luz eléctrica, pode ter consequências negativas. O aumento exponencial de casos de depressão nas últimas décadas, não tendo um factor único, pode estar também realacionado com a presença de luz constante, mesmo durante o sono.

Dormir com a televisão ligada, com o computador ou luzes de presença pode ser suficiente para, tal como nos hamsters, o humor ficar alterado. Com a continuação, os efeitos agravam-se e cronificam !
Esteja atento à isto antes de se deitar.

Ficar expoxto à luz durante o sono engorda


Dormir com o abajur ligado prejudica o seu regime. De acordo com neurologistas da Universidade de Ohio, que estudaram o metabolismo de camundongos, a luminosidade durante o sono leva a um aumento de peso. Achou inusitado? Entenda por que:

Depois de oito semanas dormindo sob a luz, os ratos tinham massa corporal 50% superior do que os que ficaram o mesmo período dormindo no escuro completo. Ambos os grupos mantiveram a mesma dieta e o mesmo regime de atividades físicas.

A noite é fundamental não apenas para que o metabolismo funcione adequadamente, mas porque regula o apetite. Ou seja, a luminosidade noturna leva a um desejo de comer em horários irregulares, o que também influi no ganho de peso. Portanto, nada de televisão ou luzes – sua dieta agradece.

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails