sábado, 6 de setembro de 2014

MASSAGEM DO TECIDO CONJUNTIVO




 MASSAGEM REFLEXA 

Basicamente, não existe massagem que não produza um efeito reflexo. Entretanto são designadas como “reflexas” as técnicas que deixam de lado os efeitos mecânicos para cent
rar-se numa resposta involuntária de uma estimulação cutânea. 

Existem diferentes escolas, mas baseiam-se em uma mesma concepção: O tecido conjuntivo é o ponto de partida das reações metaméricas, que são solicitadas mediante um estiramento unidigital que se realiza em zonas específicas. Este método mostrou ter grande influência sobre a função vegetativa (sistema simpático e parassimpático).

 * * * Classificação das Terapias Reflexas segundo Courry 
Massagem superficial – técnica de Dicke e de Teirich –Leub;
 Massagem mista de zonas reflexas – técnica de Kohlraush, Glaser & Dalicho; Vogler e Wetterwald; Massagem chinesa e similares – shiatsu e dos Chacras; Massagem plantar – Técnica de Fieltzgerald e Inghan; Auriculoterapia – técnica de Nogier; 
Massagem transversa profunda - Técnica de Cyriax; 
Massagem abdominal reflexa –técnica de Crossi; 

 * * * Conceitos Básicos 
Sabe-se que alterações patológicas das vísceras podem causar alterações na pele em áreas bem definidas. Este fato se deve à mesma origem embrionária e campos segmentados governados pelos mesmo nervo espinhal. Estas áreas são denominadas “zonas de Head” Por exemplo, problemas do fígado e vesícula biliar podem refletir-se nos segmentos costais posteriores médios a inferiores direitos (T6-10), e na região retal superior direita.

 * * * As alterações que podem ocorrer em qualquer das zonas afins são detectáveis pela palpação da área. Acredita-se que as alterações do tecido conjuntivo nas áreas da superfície corporal correspondam a lesões dos órgãos internos. Com freqüência, as alterações do tecido conjuntivo são visualizadas como áreas achatadas ou faixas deprimidas, que podem estar circundadas por áreas mais elevadas.

 * * * Exploração das Zonas de Tecido Conjuntivo O tratamento começa com um exame da pele que reveste as costas do paciente. Algumas zonas podem ter um aspecto inchado, enquanto outras parecem estar deprimidas. A palpação diagnóstica pode revelar rigidez e tensão dos tecidos em certa áreas do corpo. As manobras diagnósticas são acompanhadas pela avaliação da resistência por parte dos tecidos, o que corresponde geralmente a uma sensação dolorosa. O terapeuta pode sentir creptações, quando o movimento é realizado com muita pressão.

 * * * MASSAGEM DO TECIDO CONJUNTIVO  
Conceito: Os defensores desta técnica afirmam que o sistema autônomo é afetado por essa massagem, que por sua vez corrige os desequilíbrios nas funções vegetativas do corpo. 

 * * *  Técnica 
A técnica diagnóstica e terapêutica da massagem conjuntiva se caracteriza por um deslizamento da pele sobre os planos profundos. Se faz assim uma tração irritante sobre o tecido subcutâneo. A técnica da MTC se realiza primordialmente com o dedo médio e o apoio conseqüente do indicador ou anular, movimento denominado – Traço estirado!!!! Para realizar essa tração, há a necessidade de se efetuar uma pressão sobre o tecido. 

 * * * De acordo com o posicionamento dos dedos se for de forma mais plana ou inclinada, obtêm-se uma maior pressão ou não. A manobra de traço pode ser longa ou curta, onde houver maior resistência o paciente pode sentir uma dor “cortante” característica. As manobras são sempre iniciadas na região lombar ou pélvica. Essas técnicas além de provocar efeito à distância, podem provocar um aumento de temperatura local. 

 * * *  Freqüência do tratamento: Podem ser realizadas sessões diariamente. Mas é desaconselhável continuar o tratamento senão observar melhora do quadro do paciente. Manobras básicas da MTC - Rolinho: com o polegar e o dedo médio; - Traço: com a polpa dos dedos médio, indicador e anular;

 * * * Indicações terapêuticas: A MTC tem implicações diagnósticas e terapêuticas, tendo sido usada clinicamente no tratamento dos sinais e sintomas dos distúrbios circulatórios, doenças reumáticas, disfunções de órgãos internos, distúrbios dos sistemas nervosos autônomo e central, distúrbios respiratórios, e distúrbios do tecido conjuntivo.

 * * * Contra-indicações terapêuticas: As relativamente poucas contra-indicações para a MTC são: certos distúrbios cardíacos, certas condições cutâneas generalizadas afetando as costas (p.ex. psoríase), câncer ou tuberculose, pele cheia de pelos nas costas (o tratamento pode ser muito doloroso), feridas abertas, úlceras, ou outras lesões cutâneas sobre a área a ser tratada.

 * * * Algumas técnicas de MTC Técnica de Teirich-Leub; - Técnica do tecido organizado(fáscias e aponeuroze); - Manobras de rolamento, onde se trabalham os chamados “pontos de reação”; - Efeitos benéficos: aumento da circulação e regulação das reações aponeuróticas;

 * * * Técnica de Kolrausch: Técnica dos pontos gatilho!!!!! Manobras de fricção sobre os pontos gatilho, visando dissolvê-las; Técnica de Glaeser e Delicho: Tratamento global de um segmento, envolvendo todos os tecidos que desencadeiam resposta reflexas, como pele, tecido subcutâneo, fáscias, aponeuroses, musculatura e periósteo;  
* * *  Técnica de Vogler: Também chamada de massagem do periósteo, apresenta efeitos antiálgicos e tróficos no tratamento de alterações ósseas, articulares e vísceras; Consiste em massagear a área óssea durante 2 a 5 minutos com a ponta do dedo médio ou polegar; Técnica de Wetterwald 
Manobra de pinçamento tecidual, com deslizamento e amassamento. Utiliza polegares e indicadores Destina-se a tratar aderências e infiltrados.
 * * * Massagem chinesa e similares: Shiatsu; Reflexologia Plantar e Auricular
 Pressão profunda com a ponta dos dedos nos pontos de acupuntura relacionados especificamente com cada órgão; Massagem abdominal reflexa: Reeducação da secreção e motricidade do sistema digestivo.  Massagem Transversa Profunda - Cyriax

 * * * Condições Gerais Para as Terapias Reflexas 
Não se deve usar lubrificantes 
Não executar manobras em regiões com excesso de pêlos; 
O posicionamento do paciente dependerá da técnica a ser utilizada e da área a ser trabalhada; 
Obs.: Todas as recomendações já estudadas, para realizar uma massagem de forma adequada!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails