terça-feira, 26 de abril de 2016

BIOENERGÉTICA


O estudo estruturado da bioenergia foi desenvolvido pelo Dr. Wilhelm Reich, seguidor de Freud através do sistema de toques e manobras, as quais buscam eliminar as couraças musculares encontradas nos Sete Segmentos Reichianos do corpo físico da pessoa e que são desenvolvidas desde a fase uterina até cerca dos 9 anos de idade, as quais tolhem a nossa liberdade de expressão em todos os níveis: corporal (físico), energético (etérico), emocional (astral), cognitivo (mental) e espiritual. 
Reich dava grande ênfase à importância de desenvolver uma livre expressão de sentimentos sexuais e emocionais dentro do relacionamento amoroso maduro. A energia que denominou como Orgone. O método de Reich preconiza a busca de eliminação das couraças caracteriológicas formadas pelo ser humano quando a energia orgone fica estagnada. Com o método de Reich as couraças podem ser liberadas nos locais onde elas ficam estagnadas, sendo os sete níveis: olhos, boca, pescoço, Tórax, diafragma, abdome e pelve. 
A Couraça Caracterológica - Reich sentia que o caráter se forma como uma defesa contra a ansiedade criada pelos intensos sentimentos sexuais da criança e o consequente medo da punição. A primeira defesa contra este medo é o Mecanismo de Defesa do Ego conhecido por repressão, o qual refreia os impulsos sexuais por algum tempo. À medida que as Defesas do Ego se tornam cronicamente ativas e automáticas, elas evoluem para traços ou couraça caracterológica. 
Esse conceito de couraça caracterológica de Reich inclui a soma total de todas as forças defensivas repressoras organizadas de forma mais ou menos coerente dentro do próprio ego. Reich descobriu que cada atitude de caráter tem uma atitude física correspondente e que o caráter do indivíduo é expresso corporalmente sob a forma de rigidez muscular ou couraça muscular. Reich começou a trabalhar, então, no relaxamento da couraça muscular. Ele descobriu que a perda da couraça muscular libertava energia libidinal e auxiliava o processo de psicanálise. 
O trabalho psiquiátrico de Reich lidava cada vez mais com a libertação de emoções (prazer, raiva, ansiedade) através do trabalho com o corpo. Ele descobriu que isto conduzia a uma vivência muito mais intensa do que o material infantil trabalhado pela psicanálise. Reich começou, primeiramente, com a aplicação de técnicas de análise de caráter e das atitudes físicas. Ele analisava em detalhes a postura de seus pacientes e seus hábitos físicos a fim de conscientizá-los de como reprimiam sentimentos vitais em diferentes partes do corpo. Reich descobriu que tensões musculares crônicas servem para bloquear uma das três excitações biológicas: ansiedade, raiva ou excitação sexual. 
Ele concluiu que a couraça física e a psicológica eram essencialmente a mesma coisa. Com esse raciocínio, as couraças de caráter eram vistas agora como equivalentes à hipertonia muscular. Na Europa as técnicas bioenergéticas de Reich são utilizadas para mapeamento de áreas tensas (couraças) para auxiliar o massoterapeuta nas avaliações musculares. 
Nos métodos de massagem bioenergéticas as técnicas de Reich são valiosas no processo de avaliação. No Brasil esta forma de avaliação pode ser oferecida aos técnicos de massoterapia para auxiliar no desbloqueio de disfunções mecânicas.

REGO, R. A. Anatomia e couraça muscular do caráter. Revista Reichiana. 1993.
REICH, E. Energia Vital pela Bioenergética Suave. São Paulo: Summus,1998.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails