terça-feira, 22 de março de 2016

A massagem propicia qualidade de vida e relaxamento



Não é preciso nenhum desses sintomas para receber massagem terapêutica, mas a prática é tida como muito útil para a prevenção de doenças, alívio de dores, combater o stress, cansaço, tensão, lesões musculares e até a enxaqueca.
A massagem propicia qualidade de vida e relaxamento. “Ela tem como proposta de trabalho tornar o indivíduo consciente do seu corpo, de suas tensões, respiração, suas cargas emocionais, melhorar a nutrição dos tecidos pelo aumento da circulação sanguínea e linfática, além trazer benefícios emocionais”, explica a fisioterapeuta Francine Tomaz.
Segundo ela, a massagem tem como objetivo o alívio de dores físicas e emocionais, beneficiando o corpo e sistema nervoso autônomo e central.
O alívio das tensões diminui as contrações musculares e constrições vasculares (quando a tensão é reduzida, os músculos param de se contrair, os vasos sanguíneos relaxam, permitindo com que o sangue flua livremente, levando nutrientes e o oxigênio necessário a todos os órgãos e tecidos do corpo). “Isso permite que o sangue flua livremente, levando nutrientes e oxigênio para todos os órgãos e tecidos”, esclarece a fisioterapeuta, que também é massoterapeuta.
A prática da massagem traz muitos benefícios ao corpo. “Melhora a percepção e sensibilidade, amplia a consciência corporal, aumenta a sensação de bem-estar, auxilia na perda de peso, diminui a ansiedade e acelera o processo de cura nos casos de dores e contusões”, diz Francine.
Cuidados básicos
Segundo Francine, a massoterapia é contra-indicada para pacientes com doenças infecto-contagiosas, patologias (doença) na pele, inflamações, gestantes antes do terceiro mês de gestação, pacientes com trombose e diabéticos. Algumas patologias podem ser liberadas pelos médicos.

*Texto originalmente publicado no Portal Satc em 02/03/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails