segunda-feira, 21 de março de 2016

A massagem balinesa



Um dos melhores remédios para relaxar a mente e o corpo é, sem dúvida, recorrer a uma boa massagem balinesa. Originária da Indonésia, particularmente da exótica ilha de Bali que lhe dá o nome, esta tradicional massagem tem sua origem na medicina indiana, diretamente relacionada com as terapias medicinais chinesas tradicionais. A massagem balinesa consegue dissolver qualquer tipo de tensão profunda, o que leva você a um estado de relaxamento total. Conhecido por seu exotismo, dado o vasto uso de óleos essenciais perfumados, caracteriza-se por pressões e movimentos manuais que favorecem a ativação do sistema linfático e da circulação sanguínea e ao mesmo tempo regeneram a pele.

A massagem balinesa é conhecida por seu exotismo e seu alto poder de relaxamento. Tem sua origem na Indonésia, mais concretamente em Bali, ilha que lhe deu o nome, e sua técnica procede da medicina tradicional ayurvédica indiana, com matizes das terapias chinesas. Esta massagem não só pretende melhorar o corpo a nível terapêutico e chegar a eliminar as tensões mais profundas do nosso tecido muscular, como também procura o relaxamento total do corpo e mente, ao mesmo tempo em que se utiliza como um ritual para se sentir mais bonito e saudável, desde o interior até o exterior.

Segundo a tradição balinesa, foi a deusa da beleza Laksmí, procedente da
mitologia indonésia, que com seus 4 braços transmitiu a técnica desta massagem aos balineses. É por isso que para sua realização, utiliza-se a pressão manual sobre o corpo. Assim, esta terapia corporal utiliza, por sua vez, técnicas e conhecimentos procedentes da acupressão (pressão dos dedos), a reflexologia, os alongamentos e alguns princípios do yoga. Por outro lado, o grande fluxo de comércio e intercâmbio de especiarias entre a Índia e a China, propiciou o descobrimento de novos conhecimentos que melhoraram a massagem balinesa e incorporaram à terapia os óleos e ervas medicinais que nos dias de hoje a tornam como uma das massagens mais exóticas.
A massagem balinesa pretende aplicar a sabedoria tradicional e uma extrema delicadeza ao tratamento para conseguir relaxar e estimular o corpo até atingir a harmonia. É por isso que se considera que esta modalidade de massagem tem um alto poder terapêutico com o qual se consegue, com o estado de relaxamento um efeito de bem-estar tanto físico como mental a todo aquele que a recebe.

Benefícios da massagem balinesa


Como já referimos anteriormente, se por algo se destaca a massagem balinesa é pelos múltiplos efeitos positivos que produz na pessoa que a recebe. Entre estes benefícios destacam-se os seguintes:
  • Ativa a circulação do sangue.
  • Favorece o sistema linfático e a drenagem natural.
  • Combate as dores musculares e articulares, melhorando a mobilidade e a tonificação dos músculos.
  • Ajuda a tratar as alergias, bem como outros problemas respiratórios.
  • Reduz o estresse e a tensão, favorecendo o bom ritmo cardíaco.
  • Ajuda a melhorar a dificuldade do sono, graças ao relaxamento.
  • Melhora a concentração e a memória e ajuda a reduzir as cefaleias e enxaquecas.
  • Acalma os estados de ansiedade e/ou depressão.
  • É um tratamento ótimo para perder peso.
A massagem balinesa produz efeitos positivos já que, tal e como indica a tradição indiana, ajuda a abrir os canais de energia, para que absorva a boa energia e a má desapareça. O estado de harmonia total é a finalidade principal desta terapia.

Como se faz uma massagem balinesa


Para fazer esta terapia, a primeira coisa que deve saber é que são trabalhados 107 pontos anatômicos que se encontram distribuídos por todo o corpo. Nestes pontos energéticos, que estimulam nossos órgãos e que estão relacionados com a acupuntura chinesa tradicional, fazem parte nervos, articulações, ossos, veias e artérias. É aqui onde se trabalhará para conseguir o relaxamento total. Ainda que existam algumas variações técnicas (Urat, Sasak, Lombok...), vamos concentrar-nos em duas variantes para realizar a massagem balinesa tradicional.
  • Primeira variante: a massagem balinesa é realizada sobre uma maca. Para dar a pressão média aos pontos energéticos, utilizam-se os antebraços. Para agilizar os movimentos, usa-se óleo morno.
  • Segunda variante: a massagem realiza-se em uma cama tradicional japonesa, diretamente no chão. Para pressionar os pontos, utilizam-se os pés. Para isso, são necessários pontos de apoio (barras, cadeiras...) para que o corpo do terapeuta possa ser deslocado e mexer sobre o corpo do receptor com maior facilidade. A pressão deve ser média.
Seja qual for a técnica selecionada (braços ou pés), a massagem é feita por todo o corpo utilizando diferentes técnicas manuais como:
  • Pressão palmar, com os nós dos dedos ou digital.
  • Atritos e esfregaços superficiais.
  • Alongamentos musculares e torções.
  • Amassamento.
  • Reflexologia podal, manual e nas orelhas.
  • Beliscões e golpes suaves.
Lembre-se que a chave são os pontos de pressão (média/alta) com a qual deve conseguir chegar aos tecidos mais profundos para liberar a tensão. E, como indica a tradição, antes de iniciar a massagem balinesa, deve ser realizado um banho de pés no receptor.

Para ajudar o relaxamento do receptor, utilizam-se essências aromáticas ou incensos. Também se colocam saquinhos de infusão de flores sobre as pálpebras do receptor (durante 10 minutos, aproximadamente) para que atinja o estado de harmonia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails