sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Massagem do desbloqueio


Libere sua energia vital com a massagem do desbloqueio

Uma das mais antigas massagens terapêuticas orientais, a massagem do desbloqueio previne doenças e equilibra as funções do organismo, permitindo que nosso fluxo energético flua sem bloqueios

Mais do que um método de massagem, é uma maneira de garantir o equilíbrio da nossa energia vital. É também um modo de sentir e compreender a vida. Por meio de sua prática, adquire-se a consciência de si próprio: "O corpo não é só corpo: é uma lição de amor, respeito e sensibilidade. A pressão das mãos faz fluir a fonte da vida”. Essa fonte corre em nossas veias e artérias pelo nosso sangue, irrigando todo o organismo no ritmo ditado pelo do coração.

Quando toca-se em um ponto ou área onde a energia está bloqueada, a atenção irá para aquele ponto e, com isso, o bloqueio começa a se dissolver e a energia vital flui pelo corpo humano de forma regular. Quando o fluxo energético é contínuo e sem interrupções, o indivíduo tem uma sensação de paz interior, bem-estar, plenitude, vitalidade e começa assim a ficar consciente que é também energia, e não só matéria.

Toques de saúde

Na prática, funciona com simplicidade. O terapeuta utiliza técnicas de pressão, fricção, vibração e imposição de dedos e mãos em pontos e áreas específicas do corpo, além de movimentar articulações e manipular estruturas músculo-esqueléticas. Com os polegares ou com as palmas das mãos, pressiona os pontos corretos de modo ritmado, relaxando os sistema nervoso e muscular e garantindo o livre fluxo da nossa energia vital (chamada de Qi) e garantindo bem-estar físico, emocional e mental.
Esse fluxo é conduzido por canais chamados de “meridianos de energia”, cada um ligado a um órgão ou sistema do corpo humano. Assim como os chacras, esses canais formam uma corrente vibracional que circula pelo corpo conectando o céu (yang), no centro espiral da cabeça, à terra (yin), na parte inferior do corpo. Essas partes sofrem interferências e acúmulos de energias, tanto por fatores externos expressos nos fenômenos da natureza como por fatores internos expressos pelas emoções e sentimentos presentes nas experiências do cotidiano. O principal efeito da massagem oriental é justamente a desobstrução dos meridianos principais e secundários, equilibrando assim o yin-yang do homem.

Positivo e negativo

O conceito de yin-yang nasceu há milhares de anos quando um guerreiro chinês percebeu que tudo no universo dependia sempre de duas formas. Assim, ele viu o dia e a noite, o forte e o fraco, o masculino e o feminino, o quente e o frio etc. Percebeu também que essas forças sempre dependiam uma da outra e estavam permanentemente ligadas. Quando uma agia, a outra recuava e, para isso, havia um movimento harmônico e contínuo entre elas. Por fim, ele sentiu que havia um ponto em que as duas forças ficavam perfeitamente distribuídas, perfeitamente equilibradas. Essse ponto é chamado de Tao.

Muito da sabedoria (e aí se inclui a medicina) oriental é baseada nesses conceitos. O funcionamento dos órgãos internos é estabilizado quando se impede que a energia fique bloqueada. O toque em pontos específicos pode, portanto, agir sobre crises de histerismo, desmaios, asma, estados de choque e muitos outros males.

Esse princípio é a base da massoterapia. O objetivo, nada mais é do que permitir que a energia flua sem excesso ou deficiência por todos os meridianos. Os dois pólos extremos, o yin e o yang, precisam trabalhar em conjunto para manter o equilíbrio do indivíduo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails