segunda-feira, 6 de abril de 2009

Drenagem Linfática

Através de manobras suaves e ritmadas, este tratamento tem como objetivo reduzir edema e melhorar a circulação do sistema linfático, auxiliando na circulação sanguínea.Os Benefícios da Drenagem Linfática.

A Drenagem Linfática Manual é uma técnica específica de massagem manual, caracterizando-se por movimentos muito suaves e precisos, que seguem o trajeto do sistema linfático. A principal finalidade da drenagem linfática é esvaziar os líquidos e resíduos metabólicos acumulados entre os tecidos e devolvê-los ao sangue através da circulação linfática.



Os benefícios:
- Faz absorver inúmeras formas de edemas;
- Previne a formação de fibrose, através da remoção de proteínas;
- Favorece a regeneração dos tecidos;- Exerce uma ação sedante, tranquilizante e relaxante;
- Previne problemas circulatórios em geral, ajuda e muito na desintoxicação da musculatura (fadiga);
- Aumenta a captação de oxigênio pelos tecidos, favorecendo a nutrição celular;
- Dinamiza a cicatrização;
- Aumenta a capacidade de reabsorção dos hematomas e equimoses;
- Estimula o processo imunológico, através do aumento da produção de linfócitos na zona cortical dos gânglios linfáticos.


Ações da Drenagem Linfática Manual



A Drenagem Linfática Manual tem influência direta sobre:
- A velocidade da linfa transportada;
- A quantidade de linfa processada dentro dos vasos linfáticos;
- No aumento da capacidade dos capilares linfáticos;
- Na motricidade intestinal e no aparelho gênito-urinário;
- Na musculatura esquelética;
- Na musculatura lisa das arteríolas, metarteríolas e vasos linfáticos.


Indiretamente, a Drenagem Linfática Manual, atua sobre:
- Nutrição celular;
- Oxigenação tecidual;
- Desintoxicação do tecido intersticial e da musculatura esquelética;
- Absorção dos nutrientes do trato digestivo;
- Aumento da quantidade de líquidos excretados;
- Distribuição hormonal.

Indicações:
- Edemas e linfedemas que não tenham causas infecciosas e/ou inflamatórias;
- Pré e pós-operatório de cirurgia plástica;
- Cicatrizes e quelóides;
- Envelhecimento da pele;
- Queimaduras e enxertos;
- Fibro edema gelóide (celulite);
- Gestantes que não tenham complicações (aconselhável à partir do terceiro mês de gestação);
- Acne branda;
- Entre outras...

5 comentários:

  1. gostaria de saber como a Drenagem ajuda no caso de acne? Qual sa função neste caso?

    ResponderExcluir
  2. Previne a formação de fibrose,Favorece a regeneração dos tecidos,desintoxicação da pele,Oxigenação,Nutrição celular;A velocidade e quantidade da linfa...

    A acne


    Em qualquer idade, cravos e espinhas, em seus mais variados graus, são resultado de uma receita certa: um espessamento da camada mais superficial da pele, que entope os poros; glândulas sebáceas que produzem óleo em excesso; e bactérias que encontram nos poros entupidos e cheios de sebo o ambiente ideal para proliferar-se. É como um vulcão prestes a explodir.

    • Pode ser predisposição genética. Um estudo mostrou que pelo menos a metade dos que sofrem com acne têm um parente de primeiro grau que também teve a doença.

    • Junte a isso as flutuações hormonais, comuns nas mulheres. Não é à toa que geralmente as espinhas aparecem uma vez por mês, quase sempre entre a ovulação e a menstruação.

    • E então vem o estresse, um dos principais agravantes da acne. Quando estamos muito cansadas, ansiosas, sem dormir, bebemos ou fumamos demais há a liberação de hormônios específicos – e dá-lhe espinhas. O pior é que o rosto cheio delas causa mais estresse e acaba agravando o quadro.

    Ainda há outras causas envolvidas, que vão desde o uso de cosméticos até doenças como a síndrome do ovário policístico. E é porque há tantos fatores que a acne torna-se difícil de tratar. Mas os médicos não deixam de buscar novos tratamentos para o problema.

    Quase sempre, quem sofre de acne busca alívio na farmácia da esquina, atrás de medicamentos de venda livre. E, acredite, pode dar certo, geralmente para quem sofre de acne branda. Lá, os tops de linha são os produtos à base de substâncias de ação comprovada, mesmo em concentrações seguras de se consumir sem a orientação médica. Estamos falando de peróxido de benzoíla (de ação bactericida), ácido salicílico (que funciona como um esfoliante), enxofre e resorcinol (que, juntos, atuam contra a bactéria da acne e ainda esfoliam levemente).

    Mas, se em seis a oito semanas os produtos lhe parecerem ineficazes, vá logo procurar um dermatologista e buscar um diagnóstico de especialista – e tratamento idem. Quanto mais rápido você agir, menor a chance de ganhar cicatrizes.

    Sabonetes, loções e antibióticos fazem parte do arsenal de cuidados. A ordem é começar com o que há de mais leve para “sentir” a pele do paciente e suas possíveis reações. Mas, hoje, os médicos andam empolgadíssimos com novas e tecnológicas soluções, capazes de, em três ou quatro sessões, deixar para trás os rastros do problema. Se a coisa realmente pegar, será o fim daqueles tratamentos compridos, com resultados a longo prazo – que acabam com a auto-estima de qualquer mulher.

    ResponderExcluir
  3. Cortar açúcar e farinha branca pode reduzir acne

    Cortar ou pelo menos diminuir os carboidratos da dieta pode reverter não apenas em quilos a menos na balança, mas também numa pele livre de acne. Um estudo divulgado recentemente nos Estados Unidos demonstrou que a dieta de baixo índice glicêmico reduz a doença inflamatória da pele, caracterizada por cravos e espinhas e, muitas vezes, associada à elevação dos hormônios sexuais, principalmente na adolescência.



    "Sempre existiu um mito de que a acne estava ligada à ingestão de alimentos, por exemplo, o chocolate. Mas, hoje, sabe-se que quem possui uma dieta ocidentalizada, ou seja, com alimentos industrializados, açúcar refinado e farinhas brancas, apresenta mais acne do que as pessoas que ingerem mais cereais", diz o dermatologista Adilson Costa.

    O trabalho científico observou 2.995 voluntários que se submeteram à dieta de baixo índice glicêmico de South Beach durante três meses. O resultado foi a redução da acne em 80% das pessoas em acompanhamento nesse período. Essa dieta foi desenvolvida pelo cardiologista Arthur Agatston, professor da Universidade de Medicina de Miami, autor do livro A Dieta de South Beach, que vendeu 3 milhões de exemplares em seis meses nos Estados Unidos e também fez sucesso por aqui quando foi lançado em 2003, pela editora Sextante.

    A dieta não propõe a retirada de nenhum grupo alimentar, exceto nos primeiros 14 dias. O segredo é dar prioridade à proteína magra e à gordura boa (carne magra, ovos, peixes, folhas verdes e azeite de oliva extravirgem, além de pequenas porções de castanhas e grãos). E também não é necessário retirar totalmente os carboidratos, pois é recomendado o consumo moderado dos carboidratos complexos (massas, cereais e grãos integrais).


    fonte: http://saude.terra.com.br

    ResponderExcluir
  4. Os novos tratamentos para a acne

    Nome do tratamento: fototerapia dinâmica.
    Como é: o médico aplica um medicamento sobre o rosto, chamado ácido aminolevulínico. A paciente aguarda por cerca de uma hora, em local escuro. Aí, a área afetada é exposta à luz azul ou luz pulsada. A energia e o medicamento reduzem o tamanho de glândulas sebáceas e, em alguns casos, ainda melhoram as cicatrizes e a textura da pele.
    Sessões: 3, com intervalo de duas semanas.
    Porém: após a sessão, a pele pode ficar inflamada por alguns dias. Os médicos ainda não chegaram a um consenso sobre o protocolo do tratamento.
    Preço: de R$ 1.000 a R$ 1.500 por sessão.

    Nome do tratamento: isolaz.
    Como é: um aparelho com uma ponteira que realiza sucção e extrai o sebo das espinhas – “Por isso ele pode ser aplicado em casos mais graves de acne (quando há espinhas inflamadas)” Ao mesmo tempo, emite uma energia que destrói as bactérias. Em cerca de uma semana, a pele deve apresentar uma boa melhora.
    Sessões: duas ou três, com intervalos de três semanas.
    Porém: nos dois primeiros dias, há vermelhidão. Só chega ao Brasil neste mês.
    Preço: de R$ 600 a R$ 800 por sessão.

    Nome do tratamento: toxina botulínica.
    Como é: as injeções de toxina botulínica são aplicadas superficialmente, na pele, com o intuito de atingir as glândulas sebáceas – e com isso reduzir a sua capacidade de produzir óleo. As picadas são realizadas com um centímetro de distância. “O efeito antiacne teria duração de, pelo menos, dois meses”.
    Sessões: uma a cada dois ou três meses.
    Porém: o tratamento ainda carece de mais estudos que comprovem a sua eficácia. Em mãos não habilidosas, pode deixar o seu rostinho torto.
    Preço: ainda indefinido.

    Zeno PROO futuro é agora
    O aparelhinho aí está mais para um novo MP3 Player. Mas, na verdade, é a última novidade do mercado americano para combater a acne. Trata-se de um dispositivo para usar em casa. Ele emite energia em freqüência controlada. Ao ser posicionado sobre a espinha por cerca de dois a três minutos, liberaria calor suficiente para destruir as bactérias que causam a inflamação da acne. Tem a aprovação do FDA (o instituto americano que regula alimentos e medicamentos). Ainda não existe no Brasil, mas acredita-se que esse tipo de aparelho represente o futuro dos tratamentos para a pele.

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, preciso fazer um estagio na area de estetica, pois fiz o curso a 2 anos atraz mas nunca atuei na area, agora quero trabalhar como esteticista, e preciso de muita pratica, sabe nde eu poderia fazer algum cuso que seja em torno de 90% se for 100% melhor ainda...?
    Resido no interior do RJ, se souberem de algum lugar onde eu possa fazer este estagio agradeco a vcs.

    Carla

    ResponderExcluir

Share It

Related Posts with Thumbnails