sábado, 11 de abril de 2009

aromaterapia

É o uso terapêutico do aroma natural das plantas, por meio de seus óleos essenciais. Vários são os veículos para conduzir os óleos às suas zonas de efeito, físico e emocional no corpo do paciente. A massagem se aplica perfeitamente como veículo, sendo uma combinação que hoje tem cada vez mais procura, por seus benefícios diretos ao sistema nervoso. Atualmente na França a aromaterapia é tida como matéria opcional no curso de medicina dentro de faculdades, e lá assim, como em outros países como a Inglaterra ela é empregada dentro de hospitais.


Os óleos essenciais de plantas têm uma vibração específica e atuam no nível físico, emocional e mental. As emanações sutis dos aromas criam uma rede de conexão com o inconsciente do indivíduo, porque a resposta elétrica do cérebro aos odores está vinculada às emoções e o olfato é o sentido que está ligado aos impulsos mais primitivos do sexo, da fome e da sede.
Na Enciclopédia Larousse vemos: "Os reflexos de origem olfativa têm, freqüentemente, caráter muito violento de atração ou de repulsão. As informação olfativa é muito sensível, seletiva e fiel; muito sensível porque uma dezena de moléculas basta para evocar uma sensação; muito seletiva porque o homem, embora relativamente pouco dotado, identifica facilmente várias centenas de odores; muito fiel porque a percepção do mesmo odor é acompanhada, às vezes após vários anos, da evocação precisa das circunstâncias em que se processaram às primeiras percepções, o que explica, por exemplo, o alto poder de identificação do faro nos cães policiais".

O objetivo da Aromaterapia é equilibrar o indivíduo através das mensagens subjetivas que os aromas transmitem, atuando no seu inconsciente. Além da massagem, ela é associada a outras terapias, como a cinesiologia, a hidroterapia e a cromoterapia. A massagem com uso de aromaterapia é potencializada, e vice-versa.
Escolha a sua fragrância:

Lavanda: essência doce e floral, este óleo promove a clareza, a paz e o equilíbrio emocional, aliviando o stress, as enxaquecas e a insónia.
Alecrim: estimula a concentração e a criatividade e ajuda o descongestionamento das vias respiratórias.
Sândalo: fragrância forte que estimula a concentração e os estados meditativos, reduzindo a depressão e promovendo a força interior.

Bergamota: aroma refrescante, ideal para elevar ânimos e aliviar do stress, fornecendo força interior e clareza mental.

Camomila Romana: Antiinflamatória e analgésica. Dores musculares, dor de ouvido, cólicas abdominais e juntas inflamadas. Limpeza e tratamento de peles sensíveis.

Erva doce: Diurético e digestivo, elimina toxinas. TPM e menopausa. Drenagem linfática.

Eucalipto Citriodora: Alivia as dores reumáticas e garganta. É um tônico geral. Descongestiona vias respiratórias. É anti-séptico e bactericida.

Gerânio: Antidepressivo. Alivia a TPM e o cansaço nervoso. Tem ação diurética. Equilibra o sebo da pele. Em forma de hidrolato para dor de garganta.

Jasmim: Afrodisíaco sexual. Revigora e acalma os nervos. Regenerador celular para peles secas. Relaxa, sem sedar, ideal para condições de fadiga mental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails