domingo, 2 de dezembro de 2012

Professora da Unemat tem trabalho científico reconhecido


A professora Fabíola Cristina Ribeiro Zucchi, dos departamentos de Biologia e Enfermagem da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Cáceres apresentou sua pesquisa de pós-doutorado no evento “Neurosciences 2012”, promovido pela “Society for Neuroscience”, em New Orleans (LA), nos Estados Unidos, em outubro deste ano. 

Seu trabalho demonstra que experiências negativas vivenciadas no período pré-natal são fatores de risco para o desenvolvimento de doenças na vida adulta, inclusive acidente vascular cerebral (AVC). Além disso, experiências positivas, algo simples como massagem corporal, podem ajudar a reduzir os efeitos negativos do estresse pré-natal, e ajudar na recuperação motora após AVC. 

Este modelo experimental, em colaboração com um time de pesquisadores canadenses, sugere estratégias terapêuticas em seres humanos. As conclusões deste estudo são importantes para o desenvolvimento de recomendações para um estilo de vida que favoreça desenvolvimento e envelhecimento saudáveis. 

O estudo dos fatores pelos quais as condições ambientais atuam na biologia é chamado de Epigenética (isto é, além da Genética). Epigenética é a ciência que trata dos fenômenos envolvidos na impressão de fatores ambientais no genoma, e a modificação fenotípica decorrente. 

Não somente eventos negativos, como o estresse pré-natal adotado neste estudo, mas também fatores positivos, como a massagem corporal são responsáveis pela modificação de fatores epigenéticos, e alteração do fenótipo. 

Neste estudo, a professora Fabíola adotou massagem terapêutica em ratos estressados no período pré-natal, na vida adulta, e que tiveram AVC. Ela observou que deficiências motoras foram superadas em ratos que receberam massagem, e que este fenômeno está envolvido com a modulação epigenética da expressão gênica no cérebro destes ratos. 

A apresentação da professora Fabíola na conferência “Neurosciences 2012” foi uma das 137 selecionadas como “Hot Topics” para divulgação científica, entre mais de 16.000 trabalhos apresentados no evento, devido à sua relevância à saúde pública. (Fabíola Cristina Ribeiro Zucchi/Unemat)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails