sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Massagem Terapêutica funciona?



Uma revisão da ciência da massagem terapêutica ... Tal como ela é

Fazer massagem terapêutica "funciona"?
O que massagistas afiman que eles podem fazer para as pessoas e sua dores, há alguma evidência científica para apoiar essas afirmações?
Neste artigo, examino a massagem terapêutica à luz da ciência.

Conflito de interesses?
Absolutamente! Obviamente eu tenho um grande conflito de interesses: eu passei muitos anos de minha vida vendendo serviços de massagem terapêutica . No entanto, um viésreconhecido e uma tentativa honesta de ser imparcial pode resultar em formar uma valiosa opinião sobre isto.
Eu intencionalmente saí do meu caminho, para ser crítico de massagem terapêutica.Considero um dever intelectual e ético: profissionais de saúde devem ser auto-críticos ecríticos dos outros. É assim que vai melhorar.

O problema com a formação da massagem
A massagem pode ser estudada: não temos de saber como algo funciona para saber seele funciona. As pessoas que estão doentes ou quebrados ficam melhor quando sãomassageadas?
Mas a logística, a economia, e os detalhes diabólicos ficam no caminho. Não muitos cientistas estão interessados ​​em estudar a massagem, e os massagistas, enquanto issonão tem uma formação científica adequada. É um desafio caro e esmagador para um massagista para montar sua clínica, local de atendimento, se desenvolver em sua carreira sem ter o quê pesquisar - poucos fazem isso, e quase nenhum faz isso bem.Mesmo quando o fazem, você ficaria espantado como é difícil encontrar 100 pessoascom o mesmo tipo problema, e assim para estudos desse tamanho quase nunca sãorealizadosmesmo que você comece a investigar os problemas de 20 ou 30 pacientes, que geralmente não são suficientes para provar muito.

Outro desafio é que "massagem" pode significar tantas coisas que é difícil saber o que é, ainda falta muito a ser estudado (falta de padronização do tratamento).
Necessitamos da técnica tratada com mais seriedade, a pesquisa em relação a massagem é atormentada por um "erro gritante de estatística": o erro da informação dasignificante estatística de coisa errada , ou a comparação equivocada.

 Dr. Christopher Moyer é um psicólogo e um raro exemplo de um real cientista - alguém treinado e um perito em metodologia de pesquisa - que optou por se concentrar na investigação da massagem terapêutica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails