sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Massagem: resposta de relaxamento



Massagem provoca mudanças fisiológicas em seu corpo por meio de:
– Resposta de relaxamento, muito embora a seja involuntária, ainda é uma resposta previsível do sistema nervoso às técnicas massagem e ao toque e respostas mecânicas, que são efeitos físicos que ocorrem no corpo, quando a pressão é aplicada aos tecidos moles.
Juntas, essas respostas podem produzir benefícios físicos e emocionais.
Qual é a resposta de relaxamento?
Em uma massagem, um carinho, o toque seguro é um convite para relaxar.
Isto, juntamente com o alívio da dor, geralmente produz uma “resposta de relaxamento”.
A resposta de relaxamento é um estado em que o coração e a taxa de respiração lenta, faz que a pressão arterial diminua e a produção de hormônios do estresse seja atenuada e relaxe os músculos. A resposta de relaxamento também parece aumentar o nível disponível de serotonina, que é um produto químico no corpo que afeta positivamente as emoções e pensamentos. Enquanto esta informação seja promissora, mais estudos são necessários para confirmar diretamente a relação entre massagem e os níveis de serotonina no cérebro.
A resposta de relaxamento pode diminuir os efeitos físicos do estresse e reduzir os riscos associados com a este, como hipertensão arterial, arritmias cardíacas, ansiedade, insônia, fadiga persistente, disfunção sexual, distúrbios digestivos e problemas psicológicos – para citar alguns.
Quais são as respostas mecânicas?
A manipulação física na massagem tem dois principais efeitos físicos:
  1. Aumento da circulação sanguínea e linfática ;
  2. Relaxamento e normalização do tecido mole (músculo, tecido conjuntivo, tendões, ligamentos), que liberta nervos e tecidos conjuntivos mais profundos.
Melhorando a circulação
Credita-se à massagem a melhoria da circulação sanguínea e linfática. Isto é devido em parte à manipulação física dos tecidos moles e, em parte, aos produtos químicos liberados como resposta de relaxamento.
Melhoria da circulação pode aumentar o fornecimento de oxigênio e nutrientes para as células musculares. Com melhoria da saúde celular, os tecidos passam a funcionam mais eficientemente. O funcionamento mais eficiente leva à remoção de produtos residuais e pode aumentar a absorção de líquidos em excesso e reduzir o inchaço em tecidos moles.
Tecidos Relaxados
Massagem terapêutica relaxa o tecido muscular, o que reduz as contrações dolorosas e espasmos.
A massagem também pode reduzir a compressão do nervo. Para entender isso, considere que quando os músculos são contraídos, eles às vezes comprimem os nervos em torno deles. Quando esses músculos estão relaxados, os nervos não são mais compactados e, em teoria, pode absorver nutrientes adequados e operar de forma mais eficiente. Os nervos podem assumir o seu trabalho normal de transmitir mensagens para o cérebro, o que melhora o funcionamento dos músculos e órgãos.
Tocar a pele ou aplicar pressão relaxa os músculos, tendões e ligamentos. Além disso, enquanto alguns dos tecidos mais profundos do corpo, como a musculatura profunda da coluna vertebral, não podem ser acessados facilmente por um massagista, a liberação de camadas mais superficiais dos músculos também podem afetar essas camadas mais profundas. Isso pode levar a ambos os tecidos, superficiais e profundos, a encontrar um melhor alinhamento e equilíbrio.
Órgãos também podem se beneficiar da massagem, uma vez que eles compartilham vias neurológicas de dor, com músculos, ossos e nervos.
Quando músculos, ossos ou nervos estão em acometidos, os órgãos podem, por vezes, refletir sofrimento e disfunção. Por exemplo, a lombalgia pode intensificar as cólicas menstruais e cólicas menstruais podem causar tensão para os músculos lombares. A massagem pode, por conseguinte, melhorar os sintomas associados com o funcionamento de ambos os órgãos e os músculos.

http://www.itio.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails