terça-feira, 13 de setembro de 2011

Terapia com pedras aquecidas relaxam o corpo



Entre os benefícios da técnica estão à restauração da energia e do equilíbrio do organismo, redução do estresse, dores e do cansaço físico e mental.

Música relaxante, ambiente agradável com cheiro suave e local macio para deitar compõe um convite irrecusável para qualquer corpo cansado da correria do dia a dia. Se tudo isso vier acompanhado de óleo morno para passar pelo corpo e massagem com pedras aquecidas feita por um profissional adequado é ainda melhor. “A terapia com pedras quentes traz inúmeros benefícios ao corpo, além de proporcionar um momento de descanso e relaxamento”.



A técnica já era utilizada no Egito Antigo e se tornou sucesso entre americanos e europeus. No Brasil a terapia ganha cada vez mais adeptos, que buscam benefícios para o corpo e a mente a partir de recursos naturais, que não agridem o organismo. “Dores nas costas e ombros, estresse, ansiedade, depressão, insônia e tensão na musculatura são alguns problemas que podem ser amenizados com a utilização das pedras aquecidas. Os movimentos realizados são provenientes do shiatsu e da massagem sueca e o conceito une os conhecimentos da Termoterapia, Geoterapia e Massoterapia”.

A terapia com pedras quentes provoca reações fisiológicas e orgânicas que promovem uma sinergia e restauram o equilíbrio do corpo. São utilizadas pedras sedimentares, vulcânicas e plutônicas, que carregam consigo a energia de milhares de anos. “O esteticista escolhe o formato e o tamanho das pedras conforme o local onde elas serão aplicadas. As pedras são colocadas ao longo dos músculos, transmitindo energia para o organismo e promovendo movimentos vasculares no sistema circulatório. A terapia tem um caráter extremamente relaxante, já que a aplicação cria respostas sedativas do corpo”.

Ao friccionar as pedras no corpo é gerada uma energia que reduz as inflamações e contribui para a regeneração celular, trazendo benefícios para quem quer emagrecer e minimizar a celulite. “A terapia também revigora, tonifica, desintoxica e traz uma sensação de bem-estar. Para potencializar os efeitos pedras semipreciosas são colocadas nos principais chackras do corpo e as pedras vulcânicas são dispostas ao longo da coluna, pés e mãos.



Os chackras são círculos de energia que contribuem para o equilíbrio do corpo e da mente. Se algum destes círculos espalhados pelo organismo ficar em desequilíbrio, os males como estresse, dores em geral e cansaço vão surgir. “Nesta terapia são utilizadas as chamadas pedras fixas, que ficam paradas em determinados pontos, e as móveis, que servem para a massagem. Durante a sessão o paciente entra em um estado chamado de alpha, no qual a pessoa fica entre o dormindo e o acordado, como se o cérebro fosse desativado por alguns momentos.


Para aquecer as pedras é utilizado um recipiente específico, que atinge a temperatura certa para ser colocada na pele de uma forma agradável. Com as pedras móveis o profissional faz movimentos de rotação, amassamento e deslizamento. “Após a massagem o paciente deve aguardar por alguns minutos para levantar e a sua movimentação deve ser lenta, pois a mente tem que sair do estado alpha e voltar a sua plenitude. Para cada pessoa são indicadas de cinco a 10 sessões e cada período dura pelo menos uma hora”.


A temperatura é fundamental para os resultados, já que a sensação quente ajuda a desfazer os nódulos de tensão mais facilmente, sem provocar dores. Além disso, há melhora na circulação sanguínea, digestão, respiração, mobilidade das articulações e reduz a retenção de líquidos. Mesmo com tantos benefícios, a terapia não é indicada para todas as pessoas. “Grávidas, pessoas com inflamações ou doenças de pele, queimaduras, asma, cistite ou veias varicosas não devem se submeter à terapia com pedras quentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails