sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Massoterapia: um caminho para a cura





A massagem surge em meados de 1800 a.C., e desde então vem sendo utilizada no alívio de dores e no tratamento de doenças e lesões. A evolução da técnica possibilitou o surgimento de diversos sistemas de aplicação do toque terapêutico, entre eles a Massoterapia Ayurvédica, que possui uma visão mais holística do ser, levando em consideração a fisiologia energética e a psique do cliente como fatores decisivos no reequilíbrio do indivíduo.


Em sânscrito, AYU significa Vida e VEDA significa conhecimento ou ciência, podendo ser traduzido como conhecimento ou ciência da vida. A técnica de massagem é apenas parte desse sistema de cura indiano que surgiu há cerca de 6000 (seis mil) anos. Através de toques profundos, a Massagem Ayurvédica estimula os músculos e a circulação sanguínea, propiciando a liberação de toxinas presas aos músculos e tecidos, e a circulação energética, desbloqueando os pontos em desequilíbrio para que a energia volte a fluir normalmente.


A psique do cliente vai ser afetada, principalmente, no processo de desbloqueio das energias, visto que os bloqueios são gerados por memórias negativas ou crenças criadas pelo próprio indivíduo. Quando o ser está pronto (momento de maturidade consciencial) as memórias (ou crenças) são liberadas juntamente com a energia que estava aprisionada no corpo, conduzindo a pessoa por um caminho de autoconhecimento e equilíbrio.


A nível clínico, a Massoterapia Ayurvédica propicia o realinhamento postural, alívio de tensões, fortalece o sistema imunológico, tem efeito antiestresse, antidepressivo, auxilia no tratamento de bronquite, contribui na prevenção de problemas cardíacos, minimização de problemas de circulação, edemas, digestivos, fadiga, fibromialgias. Auxilia o intelecto melhorando a memória e a capacidade de aprendizagem e aumenta a autoestima.



Por Renilson Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails