quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A massagem e o psiquismo


A terapia através da massagem pode auxiliar o trabalho do psicoterapeuta, na eliminação ou amenização de diversos estados mentais, como: a depressão, ansiedade, angústia e a insônia. Muitas doenças como a obesidade e a bronquite, quando analisadas de forma holística, podem ser entendidas devido à história pessoal de cada um, na falta ou mau contato com o outro, nos primeiros meses ou anos de vida, e que através da massoterapia podem, de alguma forma, suprir a pessoa desta “falta”.

 Uma das formas de dar uma maior sensibilização à pele após o nascimento seria com a massagem. A shantala, por exemplo, é a massagem feita pela mãe para integrá-la com sua criança e que pode ser realizada desde bebê. Se a criança cresce sem receber este toque, este carinho, a maternagem propriamente dita, poderá afetar de alguma forma no futuro; podemos auxiliar através da massoterapia, principalmente através das técnicas que proporcionam maior contato com a pele, como a massagem sueca .

De forma geral, os benefícios gerais da massagem ocidental e oriental são:

Melhora a percepção e sensibilidade de seu corpo, amplia a consciência corporal e o cuidado ofertado durante a sessão de massagem gera maior confiança e sensação de acolhimento e bem-estar.

Outros benefícios como perda de peso, diminuição da ansiedade, da carência emocional, amenização no uso de drogas como álcool, tabaco e aceleração do processo de cura nos casos de dores e contusões são também verificados.

De forma específica à massagem:

1) Melhora da imunidade: a estimulação da pele produz ativação dos linfócitos T no organismo segundo MONTAGU (1998, p.195)

2) Efeito calmante: de acordo com o mesmo autor, MONTAGU (1998, p.382)o toque terapêutico diminui a ansiedade aguda em pacientes hospitalizados em procedimentos pós-cirúrgicos; e PISANI (1985 p.110) faz referência de que quando se atua sobre o sistema nervoso autônomo, acalmam-se as emoções.

3) Reabsorve edemas: segundo LEDUC (2000, p.2) facilita a circulação de retorno onde esta se encontrar lenta ou estagnada e ainda segundo JACQUEMAY (2000, p.21) reabsorve diversas toxinas e reativa a circulação de proteínas do meio intersticial.

4) Diminue a estafa: de acordo com DOUGANS (2001, p. 41) ajuda a aliviar os efeitos do estresse como a hipertensão, úlceras, indigestão, doenças infecciosas,distúrbios gastrointestinais, insônia, dores de cabeça, ansiedade e depressão.

5) libera endorfinas (proteínas com propriedade analgésica): ainda conforme o mesmo autor, DOUGANS (2001 p. 44), o toque estimula o cérebro a produção de endorfinas pela glândula pituitária.

6) Elimina pontos de tensão:

Referências

BASILE, R.J. et al. Coluna Vertebral: Diagnóstico de tratamento das principais patologias. São Paulo: Sarvier, 1995. v. 1.
DOUGANS,I ; ELLIS, S. Um guia passo a passo para a aplicação da Reflexologia.10ªed. São Paulo: Cultrix, 2001.
JACQUEMAY, D. A Drenagem-vitalidade. A drenagem linfática associada à energética chinesa. São Paulo: Manole, 2000.
LEDUC, O ; LEDUC, A. Drenagem Linfática Teoria e Prática. 2ª ed. São Paulo: Manole,2000.
MILLER, ROBERTA DELONG. Massagem psíquica. 3ª ed. São Paulo: Summus, 1979.
MONTAGU, A. Tocar – o significado Humano da pele. 5ª ed. São Paulo: Summus,1988.
NAVARRO, F. Somatopsicodinâmica. São Paulo: Summus, 1995.
ORSI, R. M. Massagem a terapia dos deuses – elementos de massoterapia. 3ª ed. São Paulo: Ágora, 1985.
PISANI, E. et. al. Psicologia Geral. 5ª ed. Porto Alegre: Vozes, 1985.
VOLPI, J. H.; VOLPI, S. M. Crescer é uma aventura! Desenvolvimento emocional segundo a psicologia corporal. Curitiba: Centro Reichiano, 2002.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Share It

Related Posts with Thumbnails