segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Massagem é a intencionalização do toque



Massagem é a intencionalização do toque. É o tocar objetivado, desejoso da conquista da saúde pelo prazer. É o ato de troca que permite a vivência da cumplicidade e o aprimoramento da corporeidade. É o resgate ou a instituição da linguagem sensorial que evidencia a percepção de si.

Massagear é oferecer-se ao outro. É sensibilizar, trazer presença, noções do limite físico, da imensidão que existe além do físico. É promover a consciência do estar do corpo.

Ser massageado é aceitar o outro. É deixar fluir o toque que sensibiliza, sem viver o medo de viver o corpo. É sentir a continuidade do movimento que nasce da necessidade interna de produzir movimento e, assim, se descobrir no amplo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails