quarta-feira, 6 de julho de 2016

Atuação do Massoterapeuta em Pacientes com Estresse



O estresse está cada vez mais comum na vida das pessoas, ansiedade, incertezas, nervosismo, irritação, medo, são algum dos sintomas que estão diretamente ligados a esse mal. A massoterapia, como o nome sugere, consiste no tratamento ou terapia através de massagens e pode ser aplicada a diferentes partes do corpo ou de forma contínua em todo o corpo, para aliviar o stress e a tensão, diminuir as dores musculares, controlar a dor, eliminar traumas físicos, melhorar a circulação sanguínea e flexibilidade, promover a saúde e bem-estar e também melhorar a qualidade de vida. 

Nos dias atuais, a massoterapia é reconhecida entre os profissionais da Saúde como um recurso eficaz no tratamento do estresse. A massagem bem aplicada de forma adequada, rítmica e com a pressão correta, proporciona resultados satisfatórios, trazendo alívio de dores, tensões nervosas, acalmando o indivíduo e baixando o nível de estresse.

Os massoterapeutas são treinados para visualmente “avaliar o estado emocional do cliente”, ao fazer uma anamnese, a maioria será capaz de determinar a presença ou ausência de estresse com base em sinais e sintomas que facilmente podem ser percebidos, como uma dor de cabeça ou tensão nos ombros. É de grande importância que o massoterapeuta pense de forma abrangente no impacto dos estressores comuns e no perigo de ignorar as respostas corporais.


A relação entre o massoterapeuta e o cliente nesse caso deve ser bastante delicada, e requer do profissional todo tipo de atenção, consideração e compreensão. Agir com ética e respeito é um grande ponto positivo.

Referências:

ABREU, Miguel Fernandes. OS EFEITOS DA MASSOTERAPIA SOBRE O ESTRESSE FÍSICO E PSICOLÓGICO, 2012.

VERSAGI, Charlotte Michael. Protocolos terapêuticos de massoterapia, 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails